Primeiro caso autóctone de Zika Vírus é confirmado no Rio Grande do Sul

O primeiro caso autóctone de Zika Vírus foi confirmado no Rio Grande do Sul. Uma jovem de 17 anos, residente em Gravataí, começou com os sintomas em 7 de janeiro, apresentando dor ocular e visão turva. Ela não realizou nenhuma viagem para fora do estado. Internada no Hospital Nossa Senhora da Conceição, foi diagnosticada com neurite óptica.

Como o hospital é sentinela para doenças neurológicas causadas por arbovírus (vírus transmitidos aos humanos por intermédio de insetos), amostras de seus exames foram encaminhadas ao Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen/RS), com resultado obtido em 21 de janeiro, positivo para a doença.

Após o resultado reagente para Zika Vírus, o Programa Estadual do Controle da Dengue, do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs), entrou em contato com a prefeitura de Gravataí e com a 2ª Coordenadoria Regional de Saúde (2ª CRS) para que seja iniciada a investigação do caso. O trabalho começou em 22 de fevereiro e confirmou o caso como autóctone.

Em 2016, o RS teve 44 casos autóctones de Zika. Houve dois importados em 2017 e nenhum em 2018. 

Portal RS

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]