Passo Fundo: Passo a passo para o acesso!

Quantos passos são necessários para retornar à Primeira Divisão Estadual? Olha, não sei. Mas que o trocadilho, foi ruim, foi. Afinal, o segundo adversário do União Frederiquense na Divisão de Acesso deste ano é o Passo Fundo (sacou?) e a Rádio Comunitária continua querendo saber: como está a preparação dos adversários do Leão da Colina para a competição?

Já são mais de 40 dias de trabalho no Vermelhão da Serra, estádio da equipe de Passo Fundo, que é comandada pelo técnico Rodrigo Ferrari. O clube, que vai para a sua sexta semana de treinamentos, realizou uma partida amistosa em casa na terça-feira, 20, diante do Guarani, de Venâncio Aires, e empatou em 0 a 0. Antes, no dia 10 de fevereiro, em jogo-treino diante do Glória, de Vacaria, o placar também permaneceu em 0 a 0.

Para quem não se lembra, o Passo Fundo foi uma das equipes rebaixadas n Gaúchão de 2017 – o outro clube que retornou para a Divisão de Acesso foi o Ypiranga, de Erechim. O técnico Rodrigo Ferrari conversou com a equipe da Rádio Comunitária e ressaltou a dificuldade de retornar ao Gauchão em 2019, principalmente devido ao aporte financeiro que o clube deixou de ganhar ao ser rebaixado:

Ferrari explicou que a metodologia aplicada por ele, juntamente com a comissão técnica, era a de integrar atividades físicas e trabalhos com bola desde o início da pré-temporada. E como complemento ao trabalho realizado neste início de ano, o Passo Fundo realizará mais um amistoso nesta pré-temporada. Inicialmente seria contra o São Luiz, de Ijuí, no entanto, o treinador revelou que o amistoso pode ser com um outro adversário, devido ao elenco enxuto da equipe de Ijuí:

Além disso, o comandante também apresentou quais são os principais virtudes de sua equipe dentro de campo, e como espera que ela se porte durante os 90 minutos:

Diante do Guarani-VA, o Passo Fundo entrou com a seguinte escalação: Vila; Diogo Bahia, Ludwig, Miller e Valeriano; Thiago Costa, Nattan, Santana e Adilson; Chimbica e Leo Guerreiro. Além desta escalação inicial, Felipe Chagas, um dos destaques do União Frederiquense durante a temporada de 2016, foi utilizado pelo treinador durante a partida. Assim como Paim, que teve uma boa passagem pelo Palmeirense.

Para a Rádio Comunitária, o Rodrigo Ferrari reclamou do início da Divisão de Acesso, afinal, dos seis primeiros jogos, o clube irá realizadas quatro partidas fora de casa, com a seguinte ordem: União Frederiquense, Brasil-Far, Ypiranga e Esportivo. Detalhe: Estas partidas não são realizadas em sequência. A cada dois jogos, um, será no Vermelhão da Serra. Além disso, Ferrari coloca que este ano a Divisão de Acesso será páreo duro para todos:

Já sobre o União Frederiquense, o treinador se limitou a pregar o respeito no confronto entre as equipes:

A estreia na competição será diante do Tupi, em Passo Fundo, e o clube medirá forças com o União Frederiquense no dia 11 de março, na estreia do Leão da Colina em sua Arena.

Thiago Henrique

Foto: Divulgação

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]