Anvisa suspende distribuição e comercialização de lotes de Rivotril, Lexotan e Alprazolam

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu a distribuição e a comercialização de lotes de três calmantes de venda controlada. A decisão, publicada no Diário Oficial da União dessa segunda-feira, 22, indica falhas em testes ou problemas na embalagens dos medicamentos.

De acordo com a determinação, ficam suspensos os lotes RJ0792 e RJ0899 do Rivotril (Clonazepam), com comprimidos de 0,5mg e o lote RJ0613 do Lexotan (Bromazepan), de 6mg. Segunda a Anvisa, em ambos os medicamentos fabricados pela indústria farmacêutica Roche os resultados dos testes que simulavam a absorção dos comprimidos pelo organismo foram insuficientes.

Por meio de nota, a Roche informou que “conduz testes rigorosos para assegurar a eficácia, segurança e qualidade dos medicamentos”. A empresa garante que entrou em contato com a Anvisa para apresentar os dados referentes aos lotes citados.

O outro medicamento que foi suspenso pela agência é o Alprazolam, fabricado pela EMS. O lote proibido de ser distribuído e comercializado é o 812594, com 15 comprimidos de 1mg. Nesse caso, contudo, o que pode ter acontecido é o erro de dosagem dos medicamentos embalados.

A empresa disse, em nota, que comunicou previamente a Anvisa sobre o problema e iniciou o recolhimento dos estoques ainda em junho. O laboratório assegura que “segue rigorosos padrões de qualidade” e coloca o 0800-191-914 à disposição dos consumidores para o caso de dúvidas.

Z.H.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]