Trabalhadores têm até 30 de junho para sacar Pis-Pasep 2020-2021

Mais de 700 mil brasileiros, que ainda não sacaram  quase R$ 440 milhões do abono salarial do Fundo PIS-Pasep 2020-2021, têm até o dia 30 de junho para retirar o valor. De acordo com a Caixa Econômica Federal, aqueles que não sacarem até a data prevista, terão de esperar o próximo calendário do abono salarial, somente em 2022.

No caso do Programa de Integração Social (PIS), que é destinado aos trabalhadores do setor privado, cerca de 560 mil brasileiros ainda não sacaram R$ 328 milhões. Já em relação ao Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP), pago aos trabalhadores do setor público, são 200 mil brasileiros que deixaram de sacar R$ 120 milhões, segundo a Caixa.

O valor pago entre ambos varia de R$ 92 a R$ 1.100, dependendo do período em que o trabalhador teve carteira assinada em 2019. O valor total de um salário mínimo só será pago, por exemplo, àqueles que trabalharam durante os 12 meses daquele ano.

Para isso, também é necessário preencher alguns requisitos, como estar cadastrado em um dos dois programas no mínimo há cinco anos; ter recebido um salário médio de até dois salários mínimos em 2019, com carteira assinada; para pessoas jurídicas, ter atividade remunerada por pelo menos 20 dias consecutivos; e ter os dados pessoais registrados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS)/eSocial.

Agora, para sacar o dinheiro, é necessário ter o Cartão do Cidadão e a senha cadastrada. Com isso em mãos, o trabalhador deve se dirigir aos terminais de autoatendimento da Caixa ou a uma casa lotérica.

Caso o trabalhador não tenha o Cartão Cidadão, é possível sacar o dinheiro em qualquer agência do banco, mas somente mediante a apresentação de documento de identificação. Ainda, os trabalhadores que não têm conta no banco, podem movimentar o dinheiro por meio do aplicativo Caixa Tem.

Para mais informações, é possível acessar o site www.caixa.gov.br/abonosalarial ou ligar para o número 0800-726-02-07 da Caixa. Em ambos, é necessário ter o Número de Identificação Social (NIS) em mãos.

 

*Brasil de Fato 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]