Reunião entre Cpers e governo acontece nesta terça-feira, 7

O encontro entre o Cpers-Sindicato, o secretário da Educação, Faisal Karam e o procurador-geral do Estado, Eduardo Cunha da Costa, marcado para a sexta-feira, 10, foi antecipado a pedido do governador Eduardo Leite. A reunião foi remarcada para esta terça-feira, 7, às 11 horas, no gabinete da Secretaria de Educação (Seduc).

A conversa entre os representantes tem como objetivo tratar sobre a greve do Magistério iniciada em novembro, discutindo o pagamento dos dias parados e o calendário de recuperação das aulas perdidas.

Calendário escolar
Segundo Faisal, no dia 19 de dezembro foi emitido, para todas as Coordenadorias Regionais de Educação, as orientações sobre a elaboração do calendário de reposição das aulas nas escolas estaduais que aderiram à greve dos professores.

Ao todo, foram 25 dias de paralisação, entre 14 de novembro e 19 de dezembro. A ação tem o objetivo de garantir aos estudantes o direito de, no mínimo, 200 dias letivos e assegurar a carga horária de 800 horas para o Ensino Fundamental e mil horas para o Ensino Médio.

No memorando circular nº 22/ 2019, a Seduc sugeriu que o calendário de recuperação das aulas ocorresse entre os dias 21 de dezembro e 23 de janeiro. As férias docentes, no caso, devem ocorrer após a recuperação e foram sugeridas para que ocorram entre 24 de janeiro e 22 de fevereiro.

Conforme o balanço mais recente da Seduc, permanecem em greve 132 escolas de um total de 2,5 mil instituições estaduais em todo o Rio Grande do Sul.

O governo também determinou a publicação de um decreto que garante a emissão de certidões provisórias para alunos do 9° ano do Ensino Fundamental e do 3° ano do Ensino Médio, para que não tenham prejuízo em matrículas em cursos técnicos ou superiores.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]