Por determinação da justiça, marido de contatora será solto

Foi realizada nesta terça-feira, 26, a segunda audiência sobre o caso de desaparecimento da contadora de Boa Vista das Missões, Sandra Mara Lovis Trentin, na Comarca de Palmeira das Missões. No total foram ouvidas 10 testemunhas, sendo 9 de acusação e uma de defesa.

A justiça determinou que o marido da contadora, Paulo Ivan Landfeld seja solto, pois foram consideradas as duas versões de acusação: que ele seria o mandante do crime que ocasionou a morte de Sandra, mas que também teria sido vítima de extorsão por parte de Ismael Bonetto, réu acusado como executor da contadora. 

O juiz João Garcez de Moraes Neto ainda considerou que Ivan não possui antecedentes, está preso há mais de três meses e que, em liberdade, não apresenta perigo à população. Landfeld está detido no Presídio de Canoas e deve ser liberado assim que passar pela análise da Susepe. 

Após ser solto, Ivan deverá cumprir medidas como proibição de manter contato e de aproximar-se, até 50 metros, das testemunhas arroladas pela acusação de Ismael e por consequência, das filhas; proibição de se ausentar da cidade onde reside sem autorização do judiciário bem como comunicar ao juízo seu endereço ou qualquer alteração deste.

Já o outro acusado, Ismael Bonetto, seguirá detido por ter praticado crime de extorsão. Os acusados devem participar de audiência e interrogatório em data ainda a ser agendada. Segundo a Susepe, Ivan não participou da audiência nesta terça-feira por dificuldade no deslocamento. 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]