Paralisação nas escolas de FW

Apesar da ampla gama de partidos que compõem a base de Eduardo Leite, uma crescente mobilização de vereadores(as) sinaliza que o governo pode ter dificuldades para aprovar seus projetos na Assembleia Legislativa.

Até esta quarta-feira (13), Câmaras Municipais de 68 cidades gaúchas já debateram e aprovaram moções de apoio aos educadores(as) ou de repúdio às alterações no Plano de Carreira do Magistério, no Estatuto dos Servidores(as) e na Previdência do Estado.

Muitos dos Legislativos locais que votaram a favor da categoria têm a maioria de suas cadeiras ocupadas por vereadores(as) de legendas aliadas ao governo.

Exemplo recente é Caxias do Sul, onde a moção foi aprovada por 19 votos a zero com o apoio de siglas como PSB, PTB, PP, PSD, MDB e Solidariedade. As moções são encaminhadas à Assembleia Legislativa e podem pesar na janela das eleições municipais de 2020.

Escolas que irão aderir à paralisação em Frederico Westphalen nesta quinta-feira, 14, será: 

Escola Estadual de Ensino Fundamental Afonso Pena

Escola Estadual de Educação Básica Sepé Tiaraju

Escola Estadual de Ensino Médio Cardeal Roncalli

Escola Estadual Edgar Marques de Mattos

 

Fonte: CPERS

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]