Causa da morte de mulher encontrada no bairro São Cristóvão foi asfixia por esganadura

A Polícia Civil segue investigando o caso da mulher que foi encontrada morta na última segunda-feira, 23, no Bairro São Cristóvão em Frederico Westphalen. Segundo informações do Instituto Médico Legal, a causa da morte de Cenoli Libanha Pereira, de 43 anos, foi asfixia por esganadura, ou seja, a vítima sofreu pressão direta das mãos do agressor no pescoço, impossibilitando-a de respirar e ocasionando a morte. 

O corpo de Cenoli foi encontrado por populares próximo das 11h de segunda-feira, possuía sangue na boca e no nariz e ela estava parcialmente despida.  A análise da Polícia Civil aponta que a vítima apresentava sinais de violência sexual.

De acordo informações do delegado responsável pelo caso, Eduardo Nardi, a mulher estava em um baile próximo do local onde foi encontrada sem vida. Dados da Polícia Civil apontam que Cenoli foi vítima de violência doméstica no início de janeiro, quando foi atingida no braço pelo companheiro, armado com uma faca. O levantamento da PC mostra que vítima possui antecedentes policiais por roubo e incêndio. 

Foto: Cristiane Luza/Folha do Noroeste

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]