Feira do Livro de Alpestre reúne milhares de pessoas

Os dias 19 e 20 de outubro ficarão marcados para o município de Alpestre. Durante essas datas, a Feira do Livro reuniu milhares de pessoas no Ginásio Municipal em torno de uma programação que envolveu escritores, quadrinhistas, artistas e munícipes de toda a região.

Entre palestras e apresentações culturais, o primeiro dia foi marcado, inicialmente, pela abertura do evento que contou com a presença de autoridades locais e representantes do Governo do Rio Grande do Sul.

Nem a forte chuva da quinta-feira, 19, foi capaz de intimidar o público. Centenas de pessoas prestigiaram a fala do Patrono da Feira, Marcel Ibaldo, internacionalmente premiado, muito menos perderam a apresentação marcante do grupo cultural “Anamaaram” de Passo Fundo e a peça teatral “A Magia do Livro”.

Pela tarde, os participantes contaram com bate papo com o apresentador da Rede Globo, Manoel Soares, este que promoveu uma palestra voltada para adolescentes e professores. Já o período noturno foi marcado pela estreia dos grupos de Ballet, Coral e Circo, dos alunos que integram as oficinas ofertadas pela CUFA semanalmente na Casa da Cultura de Alpestre. Além deles, passaram pelo palco da Feira, também, as apresentações gauchescas.

Leitura em movimento

Trazendo para o centro das atenções escritores regionais, a Feira reuniu durante a sexta-feira, 20, os quadrinhistas Paulo Ricardo Borges Vebre e Marcel Ibaldo, Patrono, e também Rudimar Santos e Clairton da Silva. Ambos falaram sobre suas experiências no ramo e sobre o gênero literário que desenvolvem, além de publicações, desafios, inspirações, referências e outros temas, numa conversa medida por Junior Torres. A manhã também foi marcada por apresentações culturais das Escolas Municipais e oficinas de desenho.

Pela tarde, durante o último período, foi a vez de Breno Ferigollo Filho palestrar para centenas de crianças, onde falou sobre sua experiência com livros infantis e lançou sua última obra intitulada “Os Pés Mágicos”, este que contou com ilustrações de crianças de diversas localidades de Frederico Westphalen.

Durante todo o evento, contamos com a presença de Marcos Antonio Corbari, que promoveu “A Leitura de Armandinho: A luz dos sete saberes necessários à Educação do Futuro de Edgar Morin” com a exposição de banners, provocando reflexões quanto ao cotidiano no âmbito escolar.

A Feira também contou com a presença da Unidade Móvel da Estação Juventude, que esteve distribuindo materiais informativos e exemplares do Estatuto da Juventude para todos os presentes.

Casa da Leitura: O Legado da Feira

Para finalizar a Feira do Livro, a tarde da sexta-feira, 20, foi marcada pela inauguração da “Casa da Leitura”, estrutura localizada em frente a Prefeitura Municipal que estará disponível para crianças e adolescentes com horário de funcionamento regular, a fim de fomentar a prática da leitura no município.

A Feira do Livro foi uma realização da CUFA/FW, Prefeitura Municipal, Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Desporto e Turismo, CMDCA – Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente. Contou com parceria do Governo do Estado do Rio Grande do Sul e Departamento de Políticas para a Juventude RS.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]