Empresário Leonir Ângelo Balestreri é agraciado com medalha do Mérito Farroupilha

O empresário Leonir Ângelo Balestreri foi agraciado com a Medalha do Mérito Farroupilha durante cerimônia realizada no Salão Júlio de Castilhos da Assembleia Legislativa no final da tarde desta segunda-feira (26). A indicação partiu do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Edson Brum (PMDB).

Deputado estadual em seu quarto mandato, é a primeira vez que Brum propõe a homenagem, que é a maior distinção conferida pelo Poder Legislativo gaúcho. “Não que nos faltem merecedores entre os gaúchos, mas acredito que o transcorrer do tempo é um sábio conselheiro quando se trata de uma escolha desta magnitude. Estamos hoje, afinal, entrelaçando a história de um cidadão à história do Estado”, justificou.

Brum ressaltou que o homenageado, além de um grande empreendedor, “é um homem solidário e preocupado em construir soluções ambientalmente sustentáveis”. “Ele sintetiza o Rio Grande que dá certo, gera emprego e renda e cuida do social”, salientou.

Em seu discurso, o presidente da Assembleia afirmou que Balestreri representa a outra face do Estado que “persevera e segue crescendo” em meio à crise e às dificuldades. “Homens assim têm nos negócios uma profissão de fé e, com exercício diário de seu empreendedorismo, tornam-se pilares essenciais da sociedade. Eles são as cabeças privilegiadas, são mãos fortes que fazem girar a roda do progresso. Quando a maioria se atemoriza com a crise, homens como nosso homenageado trabalham um pouco mais e abrem uma nova fábrica, criam mais cem ou duzentos empregos”, ressaltou.

Caminho certo
Balestreri afirmou que a Medalha “é um certificado da minha conduta. Ela é um indicativo de que trilhei a estrada certa”. “Percorremos um caminho difícil. Toda a minha família trabalhava muito. Minha mãe levantava às 6h, fazia um mate e negociava a compra de produtos dos agricultores para um armazém de secos e molhados. Aquilo foi uma verdadeira faculdade para mim”, revelou.

Balestreri atua nas áreas de importação e exportação de alimentos, suinocultura, agropecuária comércio, geração de energia e produção de biodiesel. Ele nasceu no município de Palmitos, Santa Catarina, em 1957, mas desenvolve, desde cedo, suas atividades profissionais no Rio Grande do Sul. Começou aos 16 anos de idade, comercializando feijão na Região Norte do Estado.

Em 1981, em sociedade com seu pai e seus irmãos, fundou a Empresa Comércio e Transportes Caibiense, atual Transportadora Caibiense. Em 1984, junto com seus irmãos, fundou a empresa Arbaza Alimentos Ltda, presente em 300 municípios de cinco estados brasileiros, gerando mais de 250 empregos diretos.

Em 2012, a empresa tornou-se uma das maiores importadoras brasileiras de feijão da Argentina e da China. A Arbaza também se destaca no cenário nacional como exportadora de feijão, comercializando o produto com diversos países, como a Índia, Itália, Paquistão e Emirados Árabes.

Com a Arbaza Alimentos já consolidada no mercado, Balestreri iniciou um processo de diversificação dos negócios. Em 1991, fundou a empresa Marina Veículos, com participação de um grupo de empresários. Atualmente, a concessionária conta com seis unidades na Região Noroeste e gera aproximadamente 160 empregos diretos.
Em 2001, Balestreri, em parceria com outros empresários, participou intensamente do processo de reabertura da planta do frigorífico Sadia, em Frederico Westphalen. A indústria encontrava-se fechada há cinco anos, causando grande prejuízo para a economia regional. Da iniciativa, surgiu a empresa Mabella Carnes. Em decorrência da reabertura do frigorífico, foi criada a Agropecuária Balestreri Ltda, que se tornou um grande complexo no segmento suinícola. Hoje, o empreendimento envolve mais de 100 famílias de pequenos agricultores e gera mais de 150 empregos diretos.

Energia elétrica

Em 2007, o Grupo Balestreri iniciou a atuação na geração de energia elétrica. A primeira iniciativa nesta área foi a fundação da Central Elétrica Caibi, empresa responsável por coordenar os projetos de geração de energia elétrica. Na região de Rio Pardo, está em andamento o projeto de outorga e licenciamento para construção de oito pequenas centrais hidrelétricas, com investimentos na ordem de R$ 240 milhões.
Em 2012, junto com um grupo renomado de empresários, surgiram as primeiras ideias e o planejamento de instalação do frigorífico Adelle Foods, em Seberi, inaugurada neste ano. Com investimentos na ordem de R$ 130 milhões de reais, a empresa abate diariamente dois mil suínos e gera 600 empregos diretos.

Atuação social

O empresário tem ainda atuação marcante junto à comunidade, colaborando na viabilidade de instituições voltadas à atuação social. Balestreri foi presidente do Conselho Penitenciário para Ressocialização do Apenado do Presídio Estadual por mais de dez anos; é membro do Promenor, entidade de proteção ao menor carente; presidente da Associação do Hospital de Caridade Divina Providência e presidente da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais. É também incentivador dos projetos de inclusão social, como a Unidade da Central Única das Favelas (CUFA), Frederico Westphalen.
A cerimônia foi acompanhada por prefeitos, vereadores e lideranças da Região Noroeste do Estado, onde o empresário está radicado, e por autoridades estaduais.

A.I/Assembleia

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]