Tese transformada em livro

“O Rio Grande do Sul Dividido: conflitos políticos eleitorais entre Pessedistas e Petebistas para o governo estadual (1946/1954)” é o primeiro livro do Prof.Dr. Marcos Jovino Asturian 

Com o objetivo de analisar a disputa eleitoral entre o Partido Social Democrático (PSD) e o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) nas eleições de 1947, 1950 e 1954 para governador do Rio Grande do Sul, o Doutor em História pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS) e professor do IFFar/FW,  Marcos Jovino Asturian, natural de Viadutos (RS),transformou sua tese de doutorado em um livro que traz reflexões para os dias atuais, a obra, “O Rio Grande do Sul Dividido: conflitos políticos eleitorais entre Pessedistas e Petebistas para o governo estadual (1946/1954)”, é baseada na análise dos jornais Correio do Povo e Diário de Notícias e os Anais da Assembleia Legislativa sul-rio-grandense.

“A minha motivação acadêmica para a escrita da tese está baseada  na perspectiva de que uma análise mais focada nos conflitos eleitorais possa contribuir e ampliar o entendimento sobre a dinâmica política deste período. Em outras palavras, a minha contribuição à história política do Rio Grande do Sul. A transformação de uma tese de doutorado em livro foi uma sugestão da Banca Examinadora para fins de divulgação científica”. contou Marco, que trabalha com o tema há mais de uma década, desde que iniciou o mestrado em História pela Universidade de Passo Fundo. 

Entre os desafios ao longo da caminhada de Marcos, que reside em Frederico Westphalen desde 2015, foi conciliar o trabalho e estudos, além das viagens semanais para Porto Alegre e São Leopoldo, “Mesmo com esses desafios é gratificante contribuir para a sociedade sul-rio-grandense por meio da valorização da sua história”. Lançado pela editora Oikos, o livro pode ser adquirido diretamente com o autor, pelo e-mail mjasturian@hotmail.com

Precisamos aprimorar a democracia e melhorar a cultura cívica e política. Estudos sobre a República Democrática (1945-1964) podem ser úteis ao exercício da cidadania a partir de reflexões sobre a imperfeição inerente ao regime democrático e o seu tortuoso caminho, cuja finalidade é a sua consolidação”, reforça o autor 

Resumo:

O livro tem por objetivo analisar a disputa eleitoral entre o Partido Social Democrático (PSD) e o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) nas eleições de 1947, 1950 e 1954 para governador do Rio Grande do Sul. Para tanto, se utilizará elementos da teoria do campo político, desenvolvida pelo sociólogo francês Pierre Bourdieu, como instrumento de pensamento para a compreensão dos conflitos nas campanhas eleitorais. Os pessedistas e trabalhistas produziram narrativas – ideias-força – que foram divulgadas – por meio de matérias pagas – na imprensa escrita, cujo objetivo consistia na construção de representações sobre a realidade do Rio Grande do Sul, seus problemas e suas formas de solução, assim como de encaminhamentos. Desse modo, o fio condutor da tese é a lógica relacional conflitiva, ou seja, o jogo das oposições e distinções entre os partidos e candidatos. Acredita-se que uma análise mais focada nos conflitos eleitorais possa contribuir e ampliar o entendimento sobre a dinâmica política deste período. As fontes utilizadas no trabalho foram os jornais Correio do Povo e Diário de Notícias, assim como os Anais da Assembleia Legislativa sul-rio-grandense.

No Facebook da Rádio Comunitária você confere uma live onde o autor fala sobre as principais abordagens do livro. 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]