Sartori realiza agenda em Frederico Westphalen

O governador do Rio Grande do Sul e candidato à reeleição, José Ivo Sartori, esteve no último sábado, 15, em Frederico Westphalen. Acompanhado de apoiadores, lideranças do município e região, Sartori discursou para os presentes no Ginásio do Ipiranga e, durante sua fala destacou sobre o desejo e importância de seguir seu projeto de governo nos próximos quatro anos. 

Em fala à imprensa, o governador frisou que um dos seus principais objetivos é equilibrar as contas do Estado sem deixar de priorizar áreas importantes, como saúde, segurança e educação: 

A agenda do governador seguiu durante o sábado nos municípios de Erechim e Passo Fundo. 

Sobre José Ivo Sartori 

Ex-prefeito de Caxias do Sul por duas vezes, 2004 e 2008 e governador do Rio Grande do Sul em busca da reeleição, Sartori filiou-se ao MDB em 1974. Foi vereador pela primeira vez pelo município em 1976. Seis anos depois, foi eleito à Assembleia Legislativa do estado, já com o PMDB, e permaneceu na casa até a legislatura de 2002. Entre 1987 e 1988, assumiu a Secretaria do Trabalho, Ação Social e Comunitária do governo de Pedro Simon, entre 1987 e 1991. Foi deputado constituinte pelo RS em 1989.

Foi eleito deputado federal em 2002 e, no ano seguinte, integrou a Comissão de Constituição e Justiça da câmara. Por ter sido eleito a prefeito de Caxias, deixou a Câmara dos Deputados no início de 2005. No ano passado, Sartori também foi citado no âmbito das investigações da Lava Jato ao constar no depoimento do ex-diretor da JBS Ricardo Saud. Segundo o executivo, a campanha para a eleição ao Palácio Piratini de 2014 recebeu R$ 1,5 milhão da companhia a pedido do senador Aécio Neves (PSDB), como parte de propinas pagas ao tucano. Em nota à época, o governador gaúcho informou que a doação da JBS ocorreu dentro da legalidade.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]