Ex-prefeitos e ex-vice-prefeitos de FW manifestam-se sobre o consenso

Lideranças opinaram sobre o processo em encontro realizado na manhã desta quinta-feira, 23

Construir um processo conjunto em prol de Frederico Westphalen é o principal objetivo das ações que vêm sendo realizadas desde o último semestre de 2019, através da iniciativa da ACIFW. Como entidade representativa e apartidária, a Associação abriu o diálogo a respeito do projeto de um consenso político nas eleições municipais de 2020 e, paralelamente e de maneira complementar, reuniu dezenas de entidades de lideranças da comunidade para a construção de um Plano de Desenvolvimento municipal. 

O objetivo é que o Plano sirva como referência do plano de governo da gestão que assumirá o executivo a partir do próximo ano e, também, inspiração para as demais legislaturas, pois o propósito é que a cidade comece a ser pensada a longo prazo. 

Com o objetivo de agregar cada vez mais opiniões, experiência e conhecimento especializado nestes processos, a diretoria da entidade organizou um encontro com alguns prefeitos e vice-prefeitos que estiveram a frente do município nos últimos mandatos para que pudessem opinar e sugerir ajustes neste projeto conjunto da comunidade. 

Estiveram presentes os atuais gestores do executivo municipal, o prefeito José Alberto Panosso e o vice-prefeito Diogo Duarte; os ex-prefeitos, Roberto Felin Jr., Luiz Carlos Stefanello, Deoclides Vendruscolo; e os ex-vice-prefeitos Luiz Franciscatto Sobrinho e Luiz Carlos Oliveira. 

A opinião das lideranças
O atual prefeito de FW, José Alberto Panosso, do MDB, iniciou a sua fala comentando sobre o desgaste das eleições para a comunidade e, especialmente nas relações pessoais e familiares. A respeito do consenso, Panosso declarou ser favorável, pois para ele o desenvolvimento do município interessa muito mais do que as escolha do nome do futuro gestor. “Eu acredito muito no consenso, porque Frederico só tem a ganhar. É ótimo ver os partidos saindo da zona de conforto e pensando na possibilidade de uma construção conjunta”.

Roberto Felin Jr., do PP, que esteve à frente do executivo Municipal até 2013, também enfatizou o desgaste do período eleitoral e destacou que muitas vezes os gestores precisam abrir mão de alguns objetivos importantes da gestão para atender aos pedidos das pessoas que se envolvem na campanha. Felin se diz favorável ao consenso em FW, pois cada campanha “reabre feridas” que já poderiam estar cicatrizadas, causando desgaste a todos que tenham se envolvido em uma disputa eleitoral. “Chegou o momento de olhar com carinho para Frederico e estarmos unidos, com o poder executivo e legislativo mais aproximados também”, enfatizou Felin.

O atual vice-prefeito, Diogo Duarte, do MDB, deu sequência comentando a importância da estruturação e alinhamento dentro dos próprios partidos, facilitando a indicação de nomes para um possível gestor. Luiz Carlos Oliveira, ex-vice-prefeito pelo MDB, também reforçou a questão do alinhamento dos partidos para o sucesso do processo ser bom pra todos, sendo “fundamental que todos falem a mesma língua”. 

O ex-vice-prefeito, Luiz Franciscatto Sobrinho, do PP, destacou o cuidado com o calendário eleitoral, evitando que sejam perdidos prazos importantes para os partidos. “Eu acredito que é bem possível fazer o consenso. O fortalecimento do processo vem das entidades representativas, fazendo com que FW dê um passo à frente, o que é necessário”, destacou Franciscatto. O médico sugeriu, ainda, que parte do processo de escolha seria submeter os nomes indicados pelos partidos políticos a uma pesquisa realizada por um instituto contratado pela entidade, com total isenção.

Luiz Carlos Stefanello, ex-prefeito pelo PP, trouxe alguns exemplos de ações que foram realizadas no passado em busca do consenso e que não deram certo por não terem sido conduzidas da forma atual, envolvendo as entidades representativas na organização de um Plano de Desenvolvimento, por exemplo. Stefanello evidenciou a importância de organizar antecipadamente a estrutura da futura gestão após a eleição por consenso e posicionou-se “totalmente favorável, se for construído com planejamento e estruturado de modo conjunto”.

Encerrando a rodada de manifestações, o ex-prefeito de FW, emedebista Deoclides Vendruscolo, parabenizou a ACIFW pela iniciativa de abrir espaço para o diálogo sobre o tema e destacou a importância da construção do Plano de Desenvolvimento mesmo não havendo eleição por consenso. Vendruscolo comentou que é a favor e que “nunca estivemos tão perto de um consenso. Sou favorável, dou meu apoio e acredito muito”.

Dando continuidade à construção do Plano, a ACIFW irá sediar um encontro na noite desta quinta-feira, 23, às 19h, para a apresentação dos resultados prévios das reuniões que vêm sendo realizadas. Toda a comunidade está convidada a participar, fortalecendo ainda mais o grupo formado por representantes de entidades e instituições da cidade, gestores públicos, vereadores, lideranças empresariais e políticas, além de profissionais das mais diversas áreas. Neste encontro também será aberto espaço para perguntas sobre o processo do consenso.

 

*Com informações de ACI-FW

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]