Estado registra queda de 86% nos casos de feminicídio no mês de julho

A Secretaria da Segurança Pública (SSP) do Rio Grande do Sul divulgou nesta quinta-feira, 13, que o índice de feminicídios caiu em 86% no Estado, completando três meses consecutivos com redução nos registros, revertendo o cenário acumulado do ano passado. Em julho de 2019 14 mulheres foram assassinadas no estado e neste ano foram duas, o menor número para o mês em toda a séria histórica, iniciada em 2012, segundo a SSP. Com essa retração a soma de feminicídios em 2020 chega a 53, dois a menos que o ano passado, onde houve 55 registros. Os dados integram os indicadores criminais, apresentados pelo governador Eduardo Leite, vice-governador e secretário da Segurança Pública, delegado Ranolfo Vieira Júnior. 

Além dos feminicídios, os demais índices de violência contra a mulher também fechou em baixa. Os casos de estupros caíram em 33,6%, lesões corporais reduziram de 1.364 no ano passado, para 1.155, registros de ameaças caíram em 16,2% e as tentativas de feminicídio permaneceram em 22 casos. O paralelo de acumulados nos primeiros sete meses em 2019 e 2020 mostra que já são quase 3 mil ocorrências de ameaça a menos, passando de 21.952 para 19.200 (-12,5%). Nas lesões corporais, a redução supera 1 mil casos, de 12.056 para 10.876 (-9,8%). A soma de tentativas de feminicídio caiu de 205 para 188 (-8,3%) e o estupros, de 929 para 920 (-1%).

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]