Saiba como doar sangue e colaborar com os estoques de hemocentros

O período de pandemia da covid-19 acompanha uma baixa na doação de sangue no Brasil. Ao mesmo tempo, diante das necessárias recomendações de cuidados sanitários, centros de coleta de sangue seguem rigorosas medidas de segurança para evitar a contaminação pelo novo coronavírus. 

Segundo dados do sistema DataSus, entre janeiro e novembro de 2020, o Brasil realizou 2.656.660 coletas de sangue, número 9,88% menor do que no mesmo período de 2019. 

Além de dificuldades para atender pacientes em emergência, o sangue é necessário para cirurgias eletivas, que – neste momento – estão temporariamente suspensas devido ao agravamento da pandemia. 

Como doar?

É preciso ter entre 16 e 69 anos e pesar no mínimo 50 quilos. No dia da doação, a pessoa precisa estar alimentada, evitar alimentos gordurosos e ter dormido, no mínimo, seis horas nas últimas 24 horas. É necessário ainda apresentar documento oficial com foto.

Homens podem doar novamente após dois meses da doação anterior, com um total de até quatro vezes por ano. As mulheres podem doar até três vezes por ano, com um intervalo de no mínimo três meses entre uma doação e outra.

Gestantes, mães que estão amamentando, pessoas que tiveram quadro de hepatite após os 11 anos de idade e quem já utilizou drogas ilícitas injetáveis não podem doar, assim como quem tem doenças transmissíveis pelo sangue, como hepatites B e C, Aids, HTLV 1 e 2 e doença de Chagas.

Além disso, obedecendo decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), a Anvisa retirou em julho de 2020 a restrição da doação de homens gays. Até então, homens que tivessem se relacionado sexualmente com outros homens num prazo de 12 meses eram proibidos de doar. O STF julgou a medida discriminatória e, portanto, inconstitucional.

Restrições

O que segue vigorando, e isso é averiguado durante a entrevista padrão realizada no momento da doação, é a restrição para quem se submeteu a situações de “risco acrescido para doenças transmissíveis pelo sangue”.

Entram nessa característica quem pratica sexo não seguro ou tem vários parceiros, independentemente do gênero, ser usuário de drogas injetáveis e inalatórias ou ser parceiro sexual de portadores de Aids ou de hepatite.

Locais de doação

Para doar, é só procurar o hemocentro do seu estado.  Além disso, a pandemia impôs algumas restrições adicionais, além das já existentes. Pessoas infectadas com a covid-19 precisam aguardar pelo menos 30 dias depois da completa recuperação para fazerem a doação. Pessoas com sintomas gripais devem aguardar 7 dias.

Encontre o hemocentro mais perto de você aqui.

 

*Brasil de Fato 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]