João Doria não irá concorrer à presidência da República em 2022

O ex-governador de São Paulo João Doria anunciou no início da tarde desta segunda-feira, 23, que não irá concorrer à presidência da República em 2022. Doria fez o anúncio em um pronunciamento transmitido pelas redes sociais
Na última quarta-feira, as cúpulas do MDB, PSDB e Cidadania anunciaram que chegaram a um consenso de que a senadora Simone Tebet (MDB) deveria ser o candidata de uma frente unificada. A escolha, baseada em pesquisas que indicaria uma menor rejeição ao nome da senadora, ainda precisaria ser ratificada pelos partidos.
Vencedor das prévias do PSDB realizadas em novembro passado, na qual superou o ex-governador gaúcho Eduardo Leite, Doria renunciou ao governo de São Paulo em 31 de março, quando poderia disputar a reeleição. Ele havia ameaçado judicializar a questão para garantir a sua candidatura, mas acabou anunciando a desistência nesta segunda.
“Sou um homem que respeita o bom senso, o diálogo e o equilíbrio. Sempre busquei e seguirei buscando o consenso, mesmo que ele seja contrário à minha vontade pessoal”, afirmou.
A respeito de seu futuro na política, Doria disse apenas que seguirá como “observador sereno” do País e disposto a “lutar a guerra para a qual eu for chamado”, seja na vida pública ou privada.

Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]