União-FW cede terreno para a construção de novo local para Lar São Francisco

Prestes a completar 10 anos de fundação, tricolor de Frederico Westphalen volta as suas atenções também para questões sociais

Nesta segunda-feira, 3,  o União Frederiquense de Futebol completa uma década e quem ganha o presente é a comunidade regional. O clube irá ceder à prefeitura de Frederico Westphalen um terreno próximo a Arena, que será utilizado para a construção de um novo local para o Lar de Acolhimento São Francisco. Atualmente, o local utilizado pelo Lar é alugado e os valores são divididos entre os sete municípios da Comarca de FW que compõem o consórcio intermunicipal.

– Queremos marcar essa data como um novo começo na nossa história! como um clube que terá ações sociais contínuas. Nessa data especial, queremos dar um presente a toda comunidade. Por isso estamos passando a administração municipal de Frederico Westphalen, uma área de, aproximadamente, 7 mil m² para a construção do Lar de Acolhimento São Francisco, que irá beneficiar dezenas de crianças e adolescentes na região – afirmou o presidente do União Frederiquense, Edison Cantarelli.

O Lar São Francisco está localizado no bairro Itapagé, em Frederico Westphalen, e segundo a diretora-guardiã, Adrinara Tonezer, ainda faltam alguns espaços para desenvolver atividades com os acolhidos.

– Nos faltam alguns espaços para o atendimento as crianças. Não temos uma sala adequada para fazer atividades pedagógicas e para o atendimento psicopedagógicos e psicólogos. Não temos espaços para as escutas, que a psicóloga e a assistente social fazem com as crianças assim que chegam. Esse novo espaço vai contemplar tudo e vai nos ajudar a organizar melhor a convivência entre as crianças e os adolescentes – frisou a diretora-guardiã.

Ainda conforme o presidente do União Frederiquense, o clube deverá realizar atividades sociais a nível regional. “Além da casa de acolhimento, pretendemos buscar recursos para a construção de uma quadra poliesportiva e um centro cultural para as crianças acolhidas. A partir desse momento, o clube passa a desenvolver ações conjuntas com a comunidade regional”, detalhou Cantarelli.

 

A estrutura

Todo o projeto foi elaborado pelas arquitetas Jamile De Bastiani e Vanessa Scopel, da Arfer Arquitetura Completa. O projeto foi elaborado para que seja construído em etapas. Nesta primeira fase, estão previstos 475m², que contemplam uma sala de atendimento, alas para crianças e de serviços.

Para Jamile, um dos objetivos principais é proporcionar aos acolhidos a sensação de pertencimento. “O projeto tem como intuito maior ajudar as crianças e adolescentes do lar a constituir família. Ter um núcleo que possa ser chamado de seu, que ofereça a sensação de pertencer a algo e com estreito contato com os seus familiares, onde se encontram as suas raízes”.

A iniciativa surgiu de um Trabalho de Conclusão de Curso elaborado pela, então aluna de arquitetura e urbanismo da URI-FW, Mariana Luísa da Silva. “Ele foi baseado nas orientações técnicas federais de serviços de acolhimento para crianças e adolescentes e foi pensado em módulos e setores que possam ser construídos em partes e ao final, a edificação poderá abrigar até 39 crianças”, explica uma das autoras da proposta, a arquiteta Vanessa Scopel. 

A edificação contará com quatro alas de dormitórios que serão interligadas com os espaços de convivência e de estudos. Além disso, também integra a ideia a construção de um bloco multiuso flexível e adaptável para cursos e palestras, que permaneçam disponíveis para toda a comunidade.

 

Recursos

A estimativa é que esta etapa tenha o custo total de R$ 760 mil, entretanto, haverá uma grande mobilização do clube para que os recursos sejam conquistados, também, por meio de emendas parlamentares. Situação semelhante ao valor destinado, recentemente, pelo deputado federal Danrlei de Deus, para a pavimentação na estrada Santo Caeran, local de acesso a Arena.

Nas próximas semanas o União Frederiquense também deverá também uma conta bancária específica para doações. Já para a viabilização da praça e quadra poliesportiva, o presidente do clube, Edison Cantarelli, informou que a viabilização destas duas etapas será buscada por meio de projetos nas Secretarias Estaduais de Esporte, e Cultura, respectivamente, pelo Pró-Esporte e Pró-Cultura.

 *Ascom/União Frederiquense
(Fotos: Arfer Arquitetura Completa)

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]