UFSM: Reitor e comunidade debatem futuro das universidades públicas

O reitor da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Paulo Afonso Burmann, esteve em Frederico Westphalen na tarde de segunda-feira para, entre outros assuntos, debater com a comunidade acadêmica o futuro das instituições públicas de ensino. Entre os principais temas da conversa estiveram os cortes orçamentários e o Programa “Future-se”. 

Sobre o “Future-se”, Burmann comentou que o programa pode representar a retirada do governo nacional  de seu compromisso de financiamento do ensino superior público: 

Ainda sobre as perspectivas futuras, o reitor da UFSM classificou como “desastre” uma possível cobrança de mensalidade em instituições federais: 

Em Frederico Westphalen o campus da UFSM conta com mais de mil universitários, dentre os quais muitos são dependentes dos programas e projetos de assistência estudantil. Sobre o campus de FW, a expectativa do reitor é de consolidação do espaço já conquistado, no entanto, o gestor deixa claro que é necessário a união de esforços da comunidade em prol da universidade federal: 

O “Future-se” tem a  ideia central de diminuir a participação do Estado na manutenção das federais, o plano de financiamento defendido por Abraham Weintraub, ministro da Educação, permitirá que Organizações Sociais (OSs) compartilhem a gestão das universidades. O Future-se também permitirá a contratação de professores sem concurso público. O programa foi anunciado em julho pelo  governo em meio a uma profunda crise na área da educação devido ao corte de 30% no orçamento das universidades federais.

 

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]