UFSM/FW: Servidores realizam paralisação em favor da educação

Parte dos servidores da Universidade Federal de Santa Maria, campus Frederico Westphalen, paralisaram suas atividades durante esta terça-feira, 13, somando-se à Greve Nacional da Educação. Os manifestantes protestam contra a reforma previdenciária, os cortes de verba para todos os níveis da educação e contra o programa de privatização da educação pública do Governo Federal, o Future-se.

A professora de Comunicação da UFSM/FW, e integrante do Conselho de representantes da Sedufsm, Luciana Carvalho, falou sobre a mobilização que tem como uma das pautas o programa Future-se: 

.

O MEC tornou disponível uma consulta pública para a população opinar sobre o Future-se. O contingenciado nas universidades e institutos federais já soma R$ 6,1 bilhões. As instituições já declararam publicamente o risco de perder suas atividades devido à falta de investimento.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, autorizou o emprego da Força Nacional de Segurança Pública no Ministério da Educação (MEC), em Brasília, nos dias 7, 12 e 13 de agosto. As manifestações estão marcadas em mais de 80 cidades. 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]