Suspensa a venda de quatro marcas de palmito no RS

A Associação Gaúcha de Supermercados (Agas) encaminhou pedido a supermercados do Rio Grande do Sul solicitando a suspensão das vendas de quatro marcas de palmito. As marcas Três Forquilhas, Brehm, Conservas Serra Azul e Conservas Manzan são investigadas pelo Ministério Público na Operação Ju$$ara, que combate a extração e a comercialização ilegal do produto.

A medida atende a recomendação da Divisão de Vigilância Sanitária da Secretaria da Saúde do estado. Em nota, o presidente da Agas, Antônio Cesa Longo, reiterou que o setor supermercadista gaúcho acatará imediatamente toda e qualquer determinação dos órgãos responsáveis para garantir a segurança alimentar dos consumidores.

A operação

Deflagrada na terça-feira (10) pelo MP, a Operação Ju$$ara cumpriu mandados de busca e apreensão em 10 cidades gaúchas (Maquiné, Três Forquilhas, Caraá, Terra de Areia, Dois Irmãos, Canoas, Porto Alegre, Gravataí, São Leopoldo e Caxias do Sul).

Foram apreendidos aproximadamente 7 toneladas de palmito em conserva produzido de forma clandestina, além de palmito-juçara in natura, produtos químicos para a produção da solução em que o alimento é mantido, quatro veículos utilizados no transporte, documentos e anotações.

Quatro pessoas foram presas em flagrante por porte ilegal de arma. Um revólver e quatro espingardas de caça foram apreendidos. Segundo as investigações, o grupo extraía palmito juçara de palmeiras ameaçadas de extinção em áreas de Mata Atlântica no Rio Grande do Sul.

A Justiça determinou a proibição de comercialização de produtos e derivados de palmito. Foi imposta, também, a suspensão das atividades de produção e venda de conserva de palmito das indústrias investigadas. Em São Leopoldo, foi descoberta uma indústria clandestina e apreendida 1,5 tonelada de outras conservas, como milho, pepino e ervilha.

Além do crime ambiental, a produção de palmito sem condições de higiene oferece risco à saúde humana. O consumo de palmito contaminado pode causar botulismo, doença que compromete o sistema nervoso, podendo provocar a paralisia dos músculos respiratórios.

Texto: G1 RS
Foto: Marjuliê Martini/Divulgação

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]