Sicredi lança Projeto Gestão de Agroindústrias

Quinze empresas de quatro municípios serão contempladas com consultoria

A Sicredi Alto Uruguai RS/SC/MG possui várias iniciativas de apoio ao desenvolvimento dos municípios onde atua e uma delas é o auxílio a agroindústrias para torná-las mais competitivas. Para fomentar o setor na região, a Cooperativa criou o Projeto Gestão de Agroindústrias, que teve seu lançamento na manhã de segunda-feira, 17, em Frederico Westphalen/RS.

Participam desta nova iniciativa 15 agroindústrias de Seberi, Iraí, Caiçara e Frederico Westphalen, que recebem consultorias mensais. Como forma de contrapartida, os contemplados precisam oferecer tempo, dedicação e compromisso, para que o projeto alcance os resultados esperados, que são tornar os participantes aptos a melhorar a organização, o planejamento, a tomada de decisões financeiras, sabendo como e onde aplicar os recursos. Para alcançar os objetivos serão utilizadas ferramentas de gestão junto às agroindústrias para análise econômica e financeiras dos negócios, e consequente assertividade na tomada de decisão.

A presidente da Cooperativa, Angelita Marisa Cadoná, afirmou que os beneficiados podem contar com a Cooperativa como parceira, apoiadora, como ponte entre o negócio e o associado. “Queremos contribuir com toda a cadeia, desde a parte de gestão, como também análise de mercado, de estruturação de processos, contribuir para que elas se projetem, para que consigam visualizar novas possibilidades, que identifiquem oportunidades de expandir seu negócio, agregando renda, e gerando produtos com uma qualidade diferenciada”, comenta.

Uma das associadas contempladas, Irene Reis da Silva, que atua na Agroindústria Cheiro da Mata, de Seberi, destacou o esforço da Cooperativa em contribuir com o desenvolvimento das agroindústrias. “Reforçamos o empenho do Sicredi em nos ajudar, sabemos que a Cooperativa se preocupa com o sucesso dos empreendimentos de seus associados e ficamos felizes por isso. Temos grandes expectativas com este programa que nos está sendo disponibilizado, entre eles, atingir o ponto de equilíbrio, melhorar a gestão, ampliar o mercado e atender a todas as normas exigidas por lei”, finaliza Irene.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]