Servidores do INSS de Frederico Westphalen aderem a greve

Servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) de Frederico Westphalen aderiram, a partir de hoje, a  greve dos servidores. São 7 servidores que paralisaram suas atividades, correspondendo a 50% de adesão da Unidade de Frederico Westphalen.

A servidora Roselei Battisti, fala sobre as reivindicações da categoria:

Segundo a gerente da unidade, Márcia Ângela Filter da Silva, os atendimentos prejudicados são aqueles que foram feitos por agendamento.  O setor de informação passa a funcionar somente até às 15 horas. Perícias médicas estão sendo realizadas normalmente.

A greve iniciou no dia 07 e tomou proporções nacionais. Segundo o último balanço realizado pelo Ministério da Previdência, no dia 10 de julho, 1.605 unidades do Brasil estão paralisadas ou com atendimento parcial. São 2.570 servidores (7,91%) que aderiram a paralisação.

Confira algumas orientações e informações do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) sobre a greve:

1) Os segurados que possuam agendamento para atendimento em uma Agência da Previdência Social (APS) e que não sejam atendidos em razão da paralisação dos servidores terão sua data de atendimento remarcada. O reagendamento será realizado pela própria APS e o segurado poderá confirmar a nova data ligando para a Central 135 no dia seguinte à data originalmente marcada para o atendimento.

2) O INSS considerará a data originalmente agendada como a data de entrada do requerimento, para se evitar qualquer prejuízo financeiro nos benefícios dos segurados.

3) A Central de Atendimento 135 está à disposição para informar quais as Agências onde não há atendimento em virtude da paralisação e para orientar os cidadãos.

4) O Ministério da Previdência Social e o INSS têm baseado sua relação com os servidores no respeito, no diálogo e na compreensão da importância do papel da categoria no reconhecimento dos direitos da clientela previdenciária e, por isso, mantém as portas abertas às suas entidades representativas para a construção de uma solução que contemple os interesses de todos.

Na tarde desta segunda-feira, haverá uma reunião do comando nacional de greve com o ministro da Previdência, Carlos Gabas, e a presidente do INSS, Elisete Berchiol, para tratar da pauta de reivindicações dos servidores,

Roselei Battisti fala a importância de uma construção diária do movimento grevista:

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]