RS volta a ter bandeira amarela no Distanciamento Controlado

Depois de três meses com rígidas restrições à circulação de pessoas, o modelo do Distanciamento Controlado volta a permitir as medidas mais brandas previstas no sistema de bandeiras criado pelo governo do Estado para reduzir o risco à vida em equilíbrio com as atividades econômicas durante a pandemia de coronavírus.

O mapa definitivo foi divulgado nesta segunda-feira, 12, após análise do Gabinete de Crise do único pedido de reconsideração à classificação preliminar, que foi indeferido. Veja o mapa da 23ª rodada AQUI.

A partir desta terça-feira, 13, até a próxima segunda, 19, as regiões Covid de Bagé, Palmeira das Missões e Pelotas, as únicas a apresentarem risco epidemiológico baixo, poderão adotar os protocolos de bandeira amarela.

A última bandeira amarela no mapa do Distanciamento Controlado havia sido na oitava rodada, entre 30 de junho e 6 de julho. Agora, na 23ª semana do modelo, o Estado apresenta, além das três bandeiras amarelas, as outras 18 com laranja (risco epidemiológico médio).

O único pedido de reconsideração encaminhado nesta rodada, do município de Três Arroios, que integra a região de Erechim, para passar de bandeira laranja para amarela foi indeferido, porque o modelo de Distanciamento Controlado não prevê a possibilidade de recursos buscando que uma cidade, isoladamente, alcance uma bandeira de menor risco epidemiológico à classificação atribuída pelo mapa. Entre os indicadores do modelo está a capacidade de atendimento de saúde tanto da região Covid como da macrorregião.

Erechim está com bandeira laranja, mas integra as 18 regiões que estão no sistema de cogestão e já adotam protocolos alternativos e menos restritivos às bandeiras definidas pelo Estado. Apenas Uruguaiana, Bagé e Guaíba ainda não aderiram à cogestão.

As regiões em cogestão classificadas em bandeira laranja podem adotar regras de bandeira amarela, desde que enviem os seus protocolos ao governo e obtenham aprovação. No entanto, a cogestão não altera as cores do mapa definitivo.

*Secom

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]