RS: Governo prevê tornar aulas presenciais obrigatórias em novembro

Com o avanço da vacinação de jovens e adolescentes no País, alguns estados já começaram a se mobilizar para tornar obrigatório o retorno às atividades presenciais nas escolas. No Rio Grande do Sul, a expectativa é de que isso ocorra em novembro, ainda que não seja uma questão completamente definida pelo governo do Estado. Conforme a assessoria da Secretaria Estadual de Educação, o tema ainda será discutido por técnicos da administração estadual. Atualmente, o RS segue tanto o modelo presencial quanto o híbrido para as redes estadual, municipal e privada.

DECRETO AUMENTA CAPACIDADE DE SALAS
Um decreto, editado ainda em agosto pelo governador Eduardo Leite, diminuiu de 1,5 metro para apenas um metro a distância entre as classes, o que aumentou a capacidade das salas em receberem os alunos. Todas devem manter também o uso obrigatório de máscaras, álcool gel e a ventilação de ambientes fechados.

IMUNIZAÇÃO DESIGUAL ENTRE ADOLESCENTES NO RS
A imunização de adolescentes contra a Covid-19 tem andado de maneira desigual. O Estado aplicou a primeira dose em 50,8% da faixa etária entre 12 e 17 anos, mas remessas específicas para este público ainda não chegaram e campanhas ficaram ainda mais dependentes de planejamentos municipais.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]