Região na rota do El Niño com chuvarada e temporal neste inverno

Não será surpresa se, nos próximos meses, o Rio Grande do Sul registrar marcas mensais de 300 a 500 milímetros de chuva e, em alguns casos, mais do que 500. É a forma como o El Niño irá se manifestar sobre o Estado. Hoje com intensidade moderada, o fenômeno está se intensificando, segundo a MetSul, podendo provocar temporais e cheias nos rios entre o inverno e a primavera.

Segundo a MetSul, as chuvas começam a aumentar desde já, mas a tendência é ampliar ainda mais na segunda metade do inverno, particularmente em agosto e setembro. O risco de inundações e cheias de rios segue altíssimo na primavera, informa a MetSul. As regiões que devem ser mais atingidas com chuvas excessivas serão as metades Oeste e Norte do Estado, além de Santa Catarina e Paraná. Por outro lado, se espera alívio para as cidades do Sul gaúcho que enfrentam estiagem desde o verão, podendo registrar chuva acima da média.

O El Niño, em regra, traz invernos mais quentes, dizem os meteorologistas. Mas não raro com El Niño ocorrem eventos tardios de frio intenso, às vezes até com neve, em setembro.

C.P.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]