Projeto aprovado no FDR, traz inovações tecnológicas a produtores de Cristal do Sul

Para apoiar iniciativas que visem a evolução da cadeia produtiva de Cristal do Sul/RS, a Sicredi Alto Uruguai RS/SC/MG, através do Fundo de Desenvolvimento Regional, aprovou o projeto Cristal Agro 5.0, realizado em parceria com a Emater/RS – Ascar. Com este equipamento, será possível realizar diagnósticos mais eficazes nas atividades de secagem e armazenagem de grãos, olericultura, fruticultura e piscicultura.

De acordo com o técnico da Emater, Daniel Verdi, com o apoio da Cooperativa está sendo possível fomentar ainda mais a cadeia da piscicultura, pois é realizada a Feira do Peixe mensalmente no município e, para isso, é necessário ter produtos de qualidade à venda. “Com o recurso, conseguimos adquirir o kit, com sete reagentes, para análise da qualidade da água nos tanques e viveiros. Assim, é possível dar uma assistência técnica mais assertiva ao produtor”, explica Verdi.

O piscicultor, Altaíde Martins, está feliz com o apoio que está recebendo. “Com esta tecnologia está sendo tudo mais fácil para nós, pois tínhamos problemas de bastante mortandade de peixes e não sabíamos resolver. Receber a orientação e a assessoria dos técnicos que usam este kit, nos ajudou muito. Agora, só temos a evoluir”, acredita Martins.

Dentro deste projeto, também foi comprado um medidor portátil de umidade e temperatura de grãos, que ajuda a fazer o manejo dos cereais, para uma orientação adequada sobre secagem e armazenagem de grãos e sementes. O agricultor, Gilberto Krenchinski, frisa que este equipamento está sendo muito útil. “Dependíamos de colher os produtos e levá-los no secador para avaliar, pagar transporte de ida e volta. O medidor portátil está nos ajudando bastante, porque funciona em oito tipos de grãos”, salienta Krenchinski.

Com o valor disponibilizado, ainda foi adquirido um microscópio portátil, com entrada USB. O equipamento fica acoplado ao celular que auxilia na identificação de pragas, especialmente na cultura do morango, para os produtos terem mais qualidade e evitar perdas pelos ataques das pragas. Uma das 15 produtoras de morango do município, Lurdes Pedrozo, está satisfeita com este apoio. “Para nós, está sendo 100% viável, porque a olho nu não conseguimos enxergar os bichinhos atacando as plantas, e com o microscópio é possível detectar o problema e já tratar”, resume Lurdes.

Sobre as aquisições, o técnico da Emater avalia que são opções que estão contribuindo para melhorar a assistência técnica, desenvolver mais as propriedades e alcançar resultados mais satisfatórios nas produções “Isso foi possível graças a visão que o Sicredi tem de ajudar os associados. Então, somos gratos por esta parceria que segue há anos no município”, finaliza Verdi.

O programa

O Fundo de Desenvolvimento Regional aprovou em 2021, mais de 100 projetos locais e regionais. As inscrições deste ano iniciam em fevereiro, se você tem uma iniciativa inovadora e empreendedora que agregue renda e qualidade de vida às pessoas, confira o regulamento e inscreva seu projeto em sicredialtouruguai.com.br.

Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]