Programa Avançar na Educação RS: duas escolas estaduais da região são contempladas

Duas instituições de ensino pertencentes à 20ª Coordenadoria Regional da Educação (CRE), de Palmeira das Missões, estão entre as 56 escolas do Estado contempladas pelo programa Avançar na Educação RS, no eixo Escola Padrão. Na região, foram a  Escola Estadual de Ensino Fundamental Afonso Pena de Frederico Westphalen e o Instituto Estadual de Educação Padre Vitório de Planalto. 

O lançamento do programa ocorreu no último dia 14, pelo governo do Estado, e prevê destinação de R$ 1,2 bilhão para obras de melhorias de infraestrutura física e tecnológica e para assegurar a recuperação da aprendizagem pós-pandemia, qualificar o ensino público de forma mais inclusiva e equitativa e capacitar os profissionais nas escolas da rede estadual.  Para as denominadas ‘Escola Padrão’ da rede estadual o programa prevê aportes de R$ 72,5 milhões.  

– Às vésperas do Dia do Professor, a Escola Afonso Pena ser contemplada como ‘Escola Padrão’, é uma imensa alegria para toda a Comunidade, pois a parceria com as famílias é um dos fortes da escola.   Ao longo de seus 59 anos, o educandário vem fazendo sua história sempre lutando por melhorias e primando pela qualidade e muito profissionalismo de todos os envolvidos. Nessa caminhada, a escola foi destaque em muitas frentes da Educação como os índices do Ideb, Olímpiadas de Matemática, Troféu Leonel de Moura Brizola pela AL, entre outros. E, com certeza, o Programa Avançar na Educação, vem ao encontro de aprimorarmos ainda mais os resultados obtidos por meio de indicadores de aprendizagem, que passa pela infraestrutura, tecnologia e pessoas, destacou a diretora, Cecilia Romitti Bondan.

– Foi com imensa alegria que Comunidade Escolar da Padre Vitório de Planalto, recebeu a notícia que a escola está entre as 56 contempladas para ser uma das “Escola Padrão” no Estado. Acompanhamos ansiosos toda a transmissão do dia 14, pois o recurso vem atender melhorias tecnológicas e ao encontro de antigos anseios de uma coletividade, frisou a diretora, Maria Cristina Rossi.

Para a coordenadora da 20ªCRE, Jogelci do Carmo, esses recursos vêm somar ainda mais para a Educação na região como um todo. “O investimento em uma escola pública é sempre um ganho regional, pois toda a sociedade ganha. Importante, ainda, destacar que o andamento das obras de reforma e de melhorias e necessidades nas demais escolas continuarão; a seleção é um eixo do programa e não impossibilita o pleno andamento de demandas envolvendo as demais escolas estaduais da regional”, destacou. 

 “ESCOLA PADRÃO”

A criação das 56 chamadas “escola padrão” da rede estadual são instituições que receberão conectividade de alta velocidade de todos os espaços, salas de aula adaptadas para uso de tecnologias e metodologias ativas, salas de leitura e recursos, acessibilidade, e a padronização de espaços de convivência, como áreas esportivas, refeitórios, salas de professores, cozinha, entre outros.

Das 56 escolas selecionadas, 52 foram a partir do Índice de Infraestrutura das Escolas calculado pelo Departamento de Economia e Estatística (DEE/SPGG), três são escolas indígenas (uma caingangue, uma guarani e uma xoclengue) e ainda há uma quilombola.

Os aportes para as duas escolas estaduais da região, Escola Afonso Pena de Frederico Westphalen e o Instituto Padre Vitório de Planalto, beneficiarão aproximadamente 1.000 estudantes entre as duas unidades escolares.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]