Produtores de leite realizam protesto em Palmeira das Missões

Durante a manhã desta sexta-feira, 24, a Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul (Fetag), está realizando uma mobilização em Palmeira das Missões e também em Teutônia. O protesto que acontece em frente a Nestlé – que é uma das maiores importadoras de leite da Amércia do Sul – e busca denunciar as distorções do livre mercado do Mercosul, as empresas que fazem concorrência desleal importando lácteos e usufruindo de benefícios fiscais concedidos pelo Estado e a ineficácia do estado brasileiro na solução dos problemas dos produtores de leite, tais como o enxugamento de mercado via compras institucionais. 

Em entrevista à Rádio Comunitária, o secretário geral da Fetag, Pedro Signori, falou sobre a mobilização que reúne milhares de produtores leiteiros durante esta manhã e destacou que as ações buscam mobilizar o governo Estadual e Federal, além de lideranças do Mercosul diante esta situação:  

A última manifestação ocorreu no dia 14 de setembro, em Jaguarão, quando cerca de mil produtores ocuparam a Ponte Internacional Barão de Mauá, divisa Brasil com Uruguai, porta de entrada de toneladas de leite em pó do país vizinho. Após ter sido suspensa por 20 dias, as importações voltaram em ritmo normal. A mobilização em Palmeira das Missões reúne representantes de mais de 100 municípios da região e cerca de 1.500 agricultores.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]