Policiais civis convocam paralisação contra a reforma administrativa

Entidades representativas de policiais civis estão convocando para a manhã da próxima quarta-feira,23, uma paralisação das atividades por um turno em protesto contra a reforma administrativa em tramitação no Congresso Nacional, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 32.

A mobilização faz parte do Dia Nacional de Lutas contra a PEC 32, convocado por várias entidades nacionais de servidores públicos, entre elas a Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis (Cobrapol). Em Porto Alegre, a Ugeirm, sindicato que representa agentes da Polícia Civil, está convocando uma concentração em frente ao Palácio da Polícia pela manhã. No interior, a convocação é para a realização de manifestações diante das delegacias de polícia.

Segundo o sindicato, a reforma administrativa representa o maior ataque já efetuado ao serviço público em todos os níveis, pois promove medidas como o fim da estabilidade e das promoções por tempo de serviço, abertura do serviço público para interesses privados e abertura de mais de 200 mil cargos de livre nomeação por parte de políticos, além de outras medidas.

“No momento em que o país chega a 500 mil mortos pela Pandemia da Covid-19, chega a beirar a crueldade, discutir e votar uma proposta que ataca diretamente o serviço público, entre eles os serviços de saúde, que estão na linha de frente do combate à Pandemia. Enfraquecer os serviços públicos nesse momento, é um desrespeito com todas as pessoas que estão tentando sobreviver em um dos momentos mais difíceis da história do nosso país”, diz nota da Ugeirm.

 
*Sul 21

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]