PM que teria atropelado menino em Palmeira das Missões é denunciado por homicídio qualificado

O Ministério Público de Palmeira das Missões denunciou, por três tentativas de homicídio qualificado com dolo eventual (quando se assume o risco de matar), o policial militar que, na noite de 26 de outubro, teria atropelado o menino Gabriel da Silva Kruger, de sete anos, a irmã dele, Ana Laura, de 12, e a adolescente Patrícia de Lima Oliveira, de 16, que está grávida. As adolescentes sofreram ferimentos nos braços e nas pernas e o garoto teve parte da perna direita amputada.

Segundo o que apurou a Polícia Civil, o PM estaria dirigindo embriagado um Corsa pela rua Rua Maris de Barros, no Centro, em velocidade excessiva e desrespeitando as normas de trânsito. Petter teria invadido a calçada com o automóvel e atropelado o trio.

Além de entender que o denunciado agiu com dolo eventual, o promotor salientou que, pelo fato de ser PM, ele detinha conhecimento pleno das normas de trânsito e das consequências do descumprimento.

O policial está afastado da corporação por problemas disciplinares e com prisão preventiva decretada e está internado sob custódia no Hospital Psiquiátrico Bezerra de Menezes, em Passo Fundo. Conforme a denúncia, assinada pelo promotor Marcos Rauber.

C.P.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]