PDT/FW: Ivonei Fão buscará vaga no legislativo; Sigla possui outros pré-candidatos

O líder sindical e presidente do PDT/FW, Ivonei Fão, é pré-candidato a vereador pelo seu partido. Fão deixou a presidência do Sindicato dos Servidores Municipais, Sindisfred, dentro do prazo legal e colocou seu nome à disposição da sigla. 

“É um pensamento que foi crescendo, através da experiência que obtive nessa lida diária de legislação dentro do movimento sindical.” afirmou Ivonei.  Fão é servidor municipal há mais de duas décadas e já foi líder de várias entidades representativas. Para a reportagem ele salientou que suas bandeiras serão o debate e diálogo sobre a valorização do trabalhador e a saúde do município. 

Além de Ivonei, o PDT/FW já possuiu outros  pré-candidatos a vereador. Nomes que surgem são os de Joselito Ambrozi, Armindo Whillen, Cassiane Albarello, Darci da Rosa, Sadi Lencina Júnior, Leandro Mazzutti, Cláudia da Silva, conhecida como Cláudia da Dengue, e Belchior Calegari, o “Belchior da Corsan”.

A convenção do partido, onde os nomes serão referendados, deve acontecer no final do mês de agosto.  O partido pretende ter cerca de 10 candidatos o que, segundo a sigla, fortaleceria uma possível candidatura majoritária. 

Mudança de prazos

O Congresso Nacional aprovou uma proposta de emenda à Constituição (PEC) que altera as datas do calendário eleitoral deste ano em razão da pandemia do novo coronavírus.

O calendário inicial, definido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em dezembro do ano passado, previa o primeiro turno em 4 de outubro, e o segundo, em 25 de outubro. A PEC aprovada pelo Congresso adia o primeiro turno para 15 de novembro, e o segundo, para 29 de novembro.

O adiamento foi debatido pelo Congresso em audiências com especialistas e integrantes do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Veja abaixo as datas do calendário eleitoral deste ano:

  • a partir de 11 de agosto: emissoras ficam proibidas de transmitir programa apresentado ou comentado por pré-candidato, sob pena de cancelamento do registro do beneficiário;
  • 31 de agosto a 16 de setembro: período destinado às convenções partidárias e à definição sobre coligações;
  • 26 de setembro: prazo para registro das candidaturas;
  • a partir de 26 de setembro: prazo para que a Justiça Eleitoral convoque partidos e representação das emissoras de rádio e TV para elaborarem plano de mídia;
  • após 26 de setembro: início da propaganda eleitoral, também na internet;
  • 27 de outubro: prazo para partidos políticos, coligações e candidatos divulgarem relatório discriminando as transferências do Fundo Partidário e do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (Fundo Eleitoral), os recursos em dinheiro e os estimáveis em dinheiro recebidos, bem como os gastos realizados;
  • 15 de novembro: primeiro turno da eleição;
  • 29 de novembro: segundo turno da eleição;
  • até 15 de dezembro: para o encaminhamento à Justiça Eleitoral do conjunto das prestações de contas de campanha dos candidatos e dos partidos políticos, relativamente ao primeiro turno e, onde houver, ao segundo turno das eleições;
  • até 18 de dezembro: será realizada a diplomação dos candidatos eleitos em todo país, salvo nos casos em que as eleições ainda não tiverem sido realizadas.

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]