PDT de Frederico Westphalen se posiciona sobre consenso político em 2020

O Partido Democrático Trabalhista de Frederico Westphalen (PDT/FW) se posicionou sobre o consenso político proposto para o pleito municipal em 2020. Em nota divulgada nesta quarta-feira, 23, o partido toma um “posicionamento-crítico”. Confira a nota na íntegra: 

O Partido Democrático Trabalhista – PDT, Diretório de Frederico Westphalen, vem por meio deste divulgar seu posicionamento oficial referente à proposta de consenso para as eleições de 2020. Importante salientar que para o PDT-FW todas as iniciativas que visem benefícios para a comunidade são louváveis, e contarão sempre com seu apoio irrestrito. Ao mesmo tempo, considera que o voto é a mais plena manifestação da democracia, e que a mesma deve ser defendida acima de qualquer outro projeto.
Diante disto o PDT-FW entende que a iniciativa da realização de consenso deveria partir da maioria dos cidadãos frederiquenses e não apenas de um grupo restrito de pessoas e partidos políticos, instituições nas quais muitos atualmente não sentem-se representados, e tampouco por entidades representativas, dada justamente a exclusividade de suas representações.
Exista então esta vontade em nossa população, o PDT-FW entende que o processo partiria da escolha de nomes para o executivo, sendo necessário que os mesmos obrigatoriamente tivessem o respaldo de todas as entidades e instituições do município, sem que nunca tivessem exercido função remunerada em qualquer administração anterior, apenas por exemplo.
O PDT-FW também considera importante que o secretariado deveria ser formado à partir de processo seletivo, eliminando-se a chance de que uma indicação meramente política pudesse comprometer o funcionamento de uma estrutura importante das engrenagens que compõe a administração pública.
Portanto, se a ideia do consenso prosperar, não será o PDT-FW um entrave para que ele realmente ocorra. Porém, se em algum momento o PDT-FW entender que existe qualquer chance de perpetuação da prática de loteamento do poder, com divisão da máquina pública assim como um “espólio de guerra”, deixa claro que retirará seu apoio – crítico, devido à alguns requisitos que compreende fundamentais – e dará registro à uma candidatura própria, com propostas factíveis e um inédito pacto de governança.
Em defesa da democracia, pensando sempre num projeto de desenvolvimento que realmente alavanque nosso município, é que assina esta nota a Direção Executiva do Partido Democrático Trabalhista, conforme decisão de seu Diretório.” 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]