Patram liberta pássaros silvestres mantidos em cativeiro

No dia 18 de julho, uma guarnição do 2º GABM realizou vistorias nas Linhas Águas Frias, Sanga Meneguetti e Vila Lurdes, município de Irai, a fim de verificar cumprimento de acordo entre proprietários e o Ministério Público, órgão que solicitou as vistorias e que receberá dados através de Auto de Constatação. Ainda em Irai, no local conhecido por “prainha”, foi atendida denúncia de crime contra a flora, não sendo confirmada a informação.

Outra guarnição realizou vistoria na Linha São Roque do Braga, Interior do Município de Pinhal, a fim de verificar cumprimento de acordo firmado entre o MP e o proprietário. Nesta data ainda, foi ministrado encontro do Projeto Patrulheiro Ambiental Mirim, para 33 alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Érico Veríssimo, em Vicente Dutra.

No dia 19, por solicitação do Ministério Público, foi realizada uma vistoria na Rua Duque de Caxias, cidade de Iraí, cujos resultados serão informados através de Auto de Constatação. Nesta data, em Ametista do Sul, foi atendida uma denúncia de despejo irregular de esgoto doméstico, não sendo confirmada a informação.

No dia 20, a guarnição de serviço, atendendo denuncia anônima deslocou até a Linha Santa Rosa, município de Palmeira das Missões, sendo que não foi encontrado dano ambiental na propriedade do denunciado. Nesta data, a guarnição atendeu ofício do Poder Judiciário e deslocou até a Linha Colônia Bom Retiro, município de Palmeira das Missões, onde constatou a atividade de extração de areia, com as devidas licenças ambientais.

Já na Linha Arame Cortado, naquele município, por solicitação do Ministério Público, a guarnição inspecionou atividades da mesma natureza e constatou que esta irregular, não possuindo a Licença de Operação e demais requisitos legais. Foi lavrada Comunicação de Ocorrência Policial e serão enviados os relatórios às autoridades competentes.

No dia 21, a guarnição de serviço atendeu denúncia anônima na Linha Boa Vista do Pardo, interior do município de Caiçara, onde constatou a supressão de vegetação nativa sem a devida licença do órgão ambiental, atingindo 2.500m², sendo que 1.500m² estão localizados em Área de Preservação Permanente. Foram lavrados os documentos pertinentes e serão encaminhados relatórios às autoridades competentes.

No dia 22, em patrulhamento pela Linha Amorim, município de Lajeado do Bugre, a guarnição de serviço constatou em uma propriedade a existência de 8 pássaros silvestres em cativeiro sem autorização do órgão competente. Os pássaros são das espécies de Cardeal e Azulão, os quais foram soltos em habitat natural e suas gaiolas foram destruídas. Lavrados Termos Circunstanciado e serão informadas as autoridades competentes.

Ainda no dia 22, foi realizada uma vistoria Linha Tonin, município de Cerro Grande e outra na Linha Sanga do Tigre, município de Novo Tiradentes cujos resultados serão informados ao Ministério Público através de Auto de Constatação.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]