Papa divulga oração pedindo isenção dos juízes

Nesta quinta-feira (4), foi divulgada a mensagem em vídeo do Papa Francisco com a intenção de oração para o mês de julho sob o título “Rezemos para que todos aqueles que administram a justiça operem com integridade e para que a injustiça que atravessa o mundo não tenha a última palavra”.

O pedido do argentino é que o povo reze “pelos magistrados, juízes e advogados que administram a justiça em todo o mundo, a fim de que possam trabalhar com integridade e respeitar a dignidade humana, sem interesses pessoais egoístas ou agendas ocultas, num contexto de transparência e imparcialidade”, segundo comunicado do Vaticano.

Dado que Francisco já deu declarações dizendo que judiciário e mídia têm sido usados para minar as democracias emergentes e por ter enviado recentemente uma carta em solidariedade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmando que “o bem vencerá o mal, a verdade vencerá a mentira e a Salvação vencerá a condenação”, a carta foi interpretada tanto por defensores quanto por detratores do ex-juiz como uma “indireta” à Sérgio Moro e a operação Lava Jato, após os vazamentos revelados pelo The Intercept Brasil. 

A impressão foi reforçada por conta do roteiro da encenação que acompanha a mensagem papal. Nele, sugere-se que um homem desesperado é acusado de possuir um “resort” por um promotor de expressão arrogante. O réu, por sua vez, apresenta uma foto em que mostra uma casa humilde. O juiz então parece decidir pelo “menos favorecido”. 

“Dos juízes dependem decisões que influenciam os direitos e os bens das pessoas. Sua independência deve ajudá-los a serem isentos de favoritismos e de pressões que possam contaminar as decisões que devem tomar. Os juízes devem seguir o exemplo de Jesus, que nunca negocia a verdade. Rezemos para que todos aqueles que administram a justiça operem com integridade e para que a injustiça que atravessa o mundo não tenha a última palavra”, diz a mensagem lida pelo pontífice e disseminada através da Rede Mundial de Oração do Papa.

No Twitter, a mensagem gerou o comentário de centenas de usuários e já tinha, em pouco mais de 6 horas, 20 mil curtidas e 5 mil compartilhamentos. Confira abaixo a íntegra do vídeo. 

 

Brasil de Fato

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]