Obama critica ausência do Brasil na COP26

Barack Obama, ex-presidente norte-americano, em seu discurso na manhã desta segunda-feira, 8, na 26ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP26), em Glasglow, na Escócia e criticou as ausências de líderes mundiais de países poluidores, como China, Rússia e Brasil.
O ex-presidente foi duro com os países que não enviaram seus representantes e lembrou que todos precisam estar coesos para um desenvolvimento sustentável. “Isso é uma vergonha. Precisamos de economias avançadas como os EUA e a Europa liderando essa questão. Mas também precisamos da China e Índia, Rússia e Indonésia, África do Sul e Brasil. Não podemos permitir ninguém à margem”, disse Obama durante seu discurso.

DESÂNIMO
Obama disse ainda que foi desanimador ver que os líderes dos dois maiores poluidores do mundo não estavam presentes. “China e Rússia, se recusarem a comparecer ao evento foi particularmente desanimador, e seus planos nacionais refletem o que parece ser uma perigosa falta de urgência – uma vontade de manter o status quo – da parte de ambos os países”, comentou.
O vice-presidente do Brasil e presidente do Conselho Nacional da Amazônia Legal, Hamilton Mourão, disse que o presidente Jair Bolsonaro não compareceu à COP26 porque, segundo ele, “todo mundo ia jogar pedra nele”, mas foi representado pelo Ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]