“O União Frederiquense conta com um time jovem e treinador estrategista”, diz técnico do Brasil-FAR

Faltando poucos dias para o início da Divisão de Acesso, o Brasil de Farroupilha, tradicional adversário do União Frederiquense na briga por uma das vagas à elite do futebol gaúcho, está realizando seus últimos ajustes visando o confronto de domingo, 05, em Frederico Westphalen. A tarefa para 2017 será manter a competitividade do clube das Castanheiras, que sempre chegou às fases finais do campeonato. Com elenco reduzido e nomes desconhecidos do torcedor de Farroupilha, o treinador, Paulo Matos, afirma que o Brasil fará uma grande participação na Segundona.

“Nós montamos um elenco com alguns jogadores desconhecidos do nosso torcedor, mas isto não significa que nosso time será mais fraco nesta temporada. Mesmo com as dificuldades do Grupo B da Divisão de Acesso, vejo que temos condições de fazer uma grande participação na Série A2”.

Sobre o Leão da Colina, Matos faz elogios ao técnico, Júlio César Nunes, e prevê confronto difícil na estreia.

“O União Frederiquense possuí uma equipe jovem e de muita tradição no futebol gaúcho. O time de Frederico é comandado por um técnico muito estrategista (Júlio César Nunes) e temos que tomar cuidado. Será um jogo de muitas alternativas e dificuldades, mas estamos trabalhando para neutralizar os pontos fortes e explorar os pontos fracos. Tenho algumas dúvidas em relação ao time e pretendo nesta sexta-feira, 03, definir a equipe titular para a estreia”.

O Leão da Colina recebe o Brasil de Farroupilha neste domingo, 05, às 16h, no estádio Vermelhão da Colina, em Frederico, jogo válido pela primeira rodada da Divisão de Acesso 2017.

Ouça a entrevista com o técnico do Brasil de Farroupilha, Paulo Matos:

Foto: Reprodução/Diego Macagnan

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]