Nova reunião promovida pelo judiciário aborda superlotação do Presídio Estadual de FW

Na manhã desta segunda-feira, 3, o Ministério Público de Frederico Westphalen realizou uma segunda reunião com os prefeitos de diversos municípios para buscar soluções a cerca da superlotação do Presídio Estadual de FW.  Atualmente a casa prisional está na lista das 37 cidades do estado em que a taxa de ocupação é superior a 200%.

Os detentos que estão no local são oriundos de 17 municípios da região e, embora a responsabilidade seja do estado para com os presídios, a proposta apresentada pelo judiciário é que cada cidade contribua de alguma forma para a construção de novas celas. Seriam de três a quatro, o que já ampliaria em torno de 30 vagas. No entanto, o presídio continuaria ainda com número superior a capacidade, mas “administrável” segundo os magistrados. 

Na reunião realizada hoje, prefeitos de 14 municípios compareceram e concordaram em disponibilizar valores para contribuir com a construção de novas celas. O Promotor, João Togni, explica os principais objetivos da ação e como se dará o processo para liberação do valor disponibilizado por cada cidade: 

Os municípios que direcionam detentos à casa prisional de FW são: Caiçara, Seberi, Novo Tiradentes, Palmitinho, Taquaruçu do Sul, Frederico Westphalen, Vista Alegre, Erval Seco, Dois Irmão das Missões, Rodeio Bonito, Ametista do Sul, Cerro Grande, Pinheirinho do Vale, Cristal do Sul, Jaboticaba, Pinhal e Vicente Dutra. 

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]