Movimento grevista segue em Frederico Westphalen

Em coletiva de imprensa realizada na tarde desta quarta-feira, 30, no salão da Associação Comercial e Industrial de Frederico Westphalen, entidades representativas do comércio e setor industrial do município se manifestaram contrários ao movimento grevista dos caminhoneiros que se estende desde segunda-feira passada, 21. 

Entidades empresariais como ACIFW, CDL/FW, Sindilojas e do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Frederico Westphalen, Associação de Prefeitos (AMZOP) e de vereadores (ACVERMAU), Brigada Militar, Defesa Civil, secretários municipais, gerencia local da Emater e empresários, explanaram sobre a relevância do movimento e da causa defendida pelos profissionais do transporte, porém explicaram que a mobilização está tendo grandes  impactos em diferentes setores da economia regional: 

Ainda durante a coletiva, o Secretário de Administração de FW, Luiz Paulo Francken, declarou que o movimento que se concentra no quilômetro 37 da BR 386, havia sido encerrado em comum acordo entre os representantes dos caminhoneiros e o município (a partir dos 18 minutos do vídeo acima):

No entanto, lideranças da categoria explanaram que a mobilização segue sem interrupção, estando diretamente ligada manifestação nacional dos caminhoneiros. O movimento ainda divulgou uma nota oficial esclarecendo que a paralisação se mantém em todo o país:

Em comunicado à Rádio Comunitária, o secretário Paulo Francken esclareceu que nunca foi intenção da administração interromper o movimento e se desculpou por um possível mal entendido: 

O Comitê de Crise do município também divulgou uma nota relatando que o poder público respeita todo e qualquer posicionamento em relação a continuidade ou não da greve: 

COMUNICADO OFICIAL

Devido à diversas informações que estão sendo circuladas em vários segmentos de comunicação, o Comitê de Crise vêm a público se manifestar por meio desta nota que está desde o início da greve em contato com as lideranças do movimento dos caminhoneiros. Em nenhum momento foi declarado o fim da greve no município, e respeita todo e qualquer posicionamento em relação a continuidade ou não da greve.

O diálogo continuará sendo mantido com as lideranças do movimento grevista e o Comitê de Crise, para que transtornos desnecessários sejam evitados. O Comitê de Crise só será finalizado quando os representantes do movimento dos caminhoneiros oficializarem o encerramento da greve no município.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]