Missão gaúcha articula cancelamento dos cortes no orçamento da educação

Reitores de universidades e institutos federais do Rio Grande do Sul, juntamente com deputados do Estado, foram recebidos nesta quarta-feira, 22, em Brasília pelos presidentes do Senado, Davi Alcolumbre, e da Câmara, Rodrigo Maia, e pelo ministro Onyx Lorenzoni (Casa Civil) para uma série de reuniões sobre o bloqueio no orçamento das instituições. A ação é organizada pelo Deputado Estadual Edegar Pretto e foi intitulada como Missão Gaúcha em Defesa da Educação Pública. 

Edegar falou sobre a importância do posicionamento imediato da Câmara e Senado federal: 

.
A Câmara e Senado assumiram o compromisso de buscar o diálogo e a mediação com o governo contra o corte de orçamento do ensino superior. Rodrigo Maia declarou que vai negociar cerca de R$ 3 bilhões em repatriação de fundos da Petrobras para a Educação. 

Já o presidente de Senado, Davi Alcolumbre assumiu o compromisso de fazer a mediação do Senado com o governo para aprovar empréstimos de recursos externos para a Educação. O apoio da Câmara e Senado contribui no processo de devolução do orçamento aprovado pelas duas Casas, por lei.

A reitora do Instituto Federal Farroupilha (IFFar), Carla Jardim, mostrou-se positiva com o resultado dos encontros e destacou que espera ações   executadas de forma viável e a curto prazo: 

.
Rui Oppermann, reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), frisou sobre a importância do diálogo entre os poderes para que encontre a solução adequada visando futuro da educação: 

.
O corte no Rio Grande do Sul chega a R$ 246 milhões e, com este déficit, as instituições podem ter suas atividades paralisadas a partir do mês de setembro. 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]