Lançado programa de apoio a trabalhadores rurais empregados

A fim de reduzir a informalidade no trabalho rural e qualificar e promover o acesso dos trabalhadores do campo a políticas educacionais, o governo federal lançou nesta quarta-feira o Plano Nacional dos Trabalhadores Rurais Empregados (Planatre).

O Plano é consequência da Política Nacional para os Trabalhadores Rurais Empregados (Pnatre) e é dividido em quatro eixos: capacitação profissional e ampliação da escolarização; combate à Informalidade; criação de oportunidades para geração de trabalho, saúde e assistência social; e segurança do trabalhador rural.

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) de 2013 apontou que 68,7% dos trabalhadores rurais do país estão na informalidade. Segundo a pesquisa, de cada dez trabalhadores rurais empregados, quatro contribuem para a Previdência Social. Entre os informais, apenas 5,1% contribuem.

Os trabalhadores informais não tem direito às políticas públicas, como a aposentadoria. Nos últimos meses foram enviadas mais de 950 mil correspondências a vários setores alertando sobre irregularidades na contratação de mão-de-obra.

Até então, não havia uma política nacional dirigida aos assalariados do campo.

 

Áudio e foto: Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]