Kartódromo Municipal Grilo Damo será inaugurado neste final de semana

Os dias 14 e 15 de novembro entrarão para a história de Frederico Westphalen, com a inauguração do Kartódromo Municipal Grilo Damo, localizado no Parque de Exposições Monsenhor Vitor Battistella. No sábado, 14, será aberto um espaço para que as pessoas possam chegar mais perto dos Karts e da pista, no intuito de que os visitantes tenham a oportunidade de conhecer um pouco mais a respeito da corrida. Já no domingo, 15, o público terá um lugar específico para ficar e assistir a competição, com a inauguração marcada para às 14h.

O nome Kartódromo remete a uma trajetória de sucesso. Henrique João Damo, popularmente conhecido como Grilo Damo, é um dos nomes mais importantes do automobilismo em Frederico Westphalen. Natural de Guaporé, Capital do Automobilismo, Grilo Damo migrou para Frederico Westphalen no ano de 1970. Hoje, aos 60 anos de idade, conta que o apelido surgiu na época do futebol, no Itapagé. “Em uma partida, eu fui entrar, e como eu era magrinho, quando entrei um torcedor gritou: oh, entrou um grilo em campo. E daí ficou de Grilo. Aí nas provas de fusca eu comecei a escrever atrás Grilo do carro, aí pegou o apelido”, comenta Grilo Damo.

Grilo Damo foi um competidor profissional de automobilismo, levando o nome de Frederico Westphalen para os pódios de todo Brasil. No automobilismo desde os 17 anos, Grilo Damo já participou de mais de 100 competições, nacionais e internacionais. Iniciou correndo com fusca, depois Chevette, Opala, Fórmula Ford e Fórmula Uno. “Sempre gostei de caminhão, de automóvel, e saía umas brincadeiras, uns rachas, e eu fui participando e me dando bem. A gente tem no sangue. Sempre foi uma paixão, que eu nem sei como explicar”, comenta.

A primeira prova que realizou com Chevete (1976), em Tarumã, foi uma prova longa, de 12 horas, realizada em dupla. Grilo chegou em 6º Lugar, entre uns 35 competidores. Depois desta prova nunca mais parou de competir.

Sua trajetória de vida é contada com emoção, como em um certo dia que ofereceram a Grilo um carro Fórmula Ford, mas ele não quis competir, dizendo que nem saberia andar em um “troço” desses. Mas insistiram, dizendo que se daria bem, e em 1978 já estava competindo pela modalidade. A primeira prova pela categoria Fórmula Ford foi em Tarumã, em que largavam aproximadamente 25 competidores. Grilo ficou em 6º Lugar. Porém, na época, havia mudado o regulamento da competição, e os motores dos carros não deveriam ser modificados. Desta forma, após a competição, a comissão técnica do evento conferiu os motores dos vencedores, e os 5 primeiros colocados haviam modificado os motores, o que fez Grilo Damo ficar em 1º Lugar, já na sua primeira competição pela categoria.

Damo permaneceu competindo pela Fórmula Ford por 10 anos, passando por Brasília, Goiânia, São Paulo, Rio de Janeiro, Tarumã e Guaporé. Competiu inclusive com Emerson Fittipaldi, e conquistou o Troféu Imprensa, pela categoria Opala, em Porto Alegre, prêmio dado os melhores pilotos do Rio Grande do Sul.

Devido ao fato do município de Frederico Westphalen não possuir espaço para treinos, Grilo Damo precisava se locomover até Tarumã ou Guaporé, o que acabava gerando despesas, o que o fez, de certa forma, ele desistir do automobilismo e vender os carros. Grilo comenta que adquiriu muito prestígio dentro do automobilismo, tornando-se conhecido, o que o ajudou a entrar na carreira do agronegócio.

Ao relatar sua história ele também comenta sobre a importância do Kartódromo, pois por meio dele podem ser descobertos novos talentos, com incentivo a jovens competidores, além de uma população com acesso a esta modalidade esportiva, trazendo visitantes para o município. São essas e outras histórias, aliadas a sua paixão que fazem de Henrique João Damo, o Grilo, seja a pessoa escolhida para ser homenageada. “Ainda não caiu a ficha. O cara fica até emocionado. E fiquei orgulhoso do Betinho, porque nunca imaginei que um prefeito iria fazer. Eu levei o nome de Frederico Westphalen pra fora. Na região nunca teve um piloto que foi no nível que eu fui”, comenta Grilo sobre a homenagem que irá receber do município que tanto representou em competições.


A.I/Frederico Westphalen

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]