Júri do caso Dirlei Cavalheiro acontece em maio

Está marcado para o dia 14 de maio o júri popular do assassinato da frederiquense Dirlei Cavalheiro. Luiz Carlos Godoy Inglez é acusado por matar a mulher com 14 facadas no dia 29 de maio de 2017 e responde processo na justiça  por ocultação de cadáver e homicídio qualificado por motivo torpe, feminicídio, por razões do sexo feminino, levando em conta o menosprezo e a discriminação à condição de mulher, envolvendo violência doméstica e familiar; meio cruel, demonstrado pela quantidade de facadas; e uso de recurso que dificultou a defesa da vítima, atacada de maneira inesperada. 

O julgamento deve ter início às 9h30 no Fórum da Comarca de Frederico Westphalen com denúncia oferecida pelo Ministério Público. No total serão sete jurados que auxiliarão na provável condenação. 

Sobre o caso

O corpo de Dirlei foi encontrado próximo ao Rio da Várzea, no interior de Frederico Westphalen no dia 2 de junho de 2017, três dias depois do registro do desaparecimento da mulher junto a delegacia do município. O laudo da perícia apontou um total de 14 facadas nas costas da vítima, sem sinais de possível defesa. 

De acordo com investigações, o crime ocorreu no dia 27 de maio no apartamento de Luiz Carlos Godoy Inglez, que alegou ter um relacionamento extraconjugal com Dirlei e que confessou ter assassinado por ciúmes. Após o crime, Luiz teria transportado o corpo da vítima em uma caixa de papelão até às margens da BR 386, próximo ao Rio da Várzea, onde enterrou o cadáver e se desfez de seus pertences nas águas do rio. 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]