Instituição financeira de Sarandi é denunciada por fraude

O Ministério Público Federal (MPF) ofereceu denúncia contra o responsável por uma empresa de cereais de Sarandi/RS, que no período de 2003 a 2014 operou instituição financeira sem a devida autorização do Banco Central do Brasil (BACEN), mediante a captação de recursos financeiros de terceiros, com promessa do pagamento de rendimentos acima da média de mercado.

 Há 40 anos no mercado, além de comprar a produção de cereais de agricultores da região, a empresa aproveitava a oportunidade para manter aplicado parte do valor que os agricultores receberiam com a promessa de remuneração maior do que a da poupança, que variava de 1,5% a 2% ao mês, conforme o caso.

 Os juros eram pagos normalmente aos cliente até que, em 2014, a empresa fechou as portas. Após a falência confirmada pela Justiça, foi estimado que o patrimônio da empresa é de R$50 milhões, um terço do valor devido aos aplicadores.

 Estima-se que a atuação irregular da empresa como financeira causou um prejuízo de pelo menos R$150 milhões a moradores e agricultores da região, conforme os cerca de 400 processos que tramitam na justiça.  A denúncia foi recebida pela 7ª Vara Federal de Porto Alegre. 

Assessoria MPF

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]