Greve Geral: Ato mobiliza comunidade frederiquense

Trabalhadores de diversas categorias cruzaram os braços nesta sexta-feira, 14, em diferentes estados do Brasil contra a reforma da Previdência, em defesa da educação e por mais empregos. Em Frederico Westphalen a mobilização aconteceu durante a tarde no Largo Vitalino Cerutti, na Praça da Matriz e reuniu representantes de diferentes entidades. 

Servidores Públicos Municipais realizaram turno único durante o dia de hoje para somar à mobilização. A professora da UFSM/FW, Luciana Carvalho, falou sobre o ato e destacou que, apesar de Frederico Westphalen ser um município pequeno, os impactos da Reforma da Previdência e do desmonte da educação também serão refletidos no cotidiano dos frederiquenses:

.
Os manifestantes organizaram uma caminhada pela Rua do Comércio proferindo gritos de ordem contra o atual governo, bem como a reforma da previdência e os cortes na educação. Municípios da região também aderiram a greve geral, o trecho da BR-386, KM 132, em Sarandi, contou com bloqueios parciais durante todo o dia. 

Reforma da Previdência 

Nesta quinta-feira, 13, o deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), relator da reforma da Previdência, apresentou à comissão especial da Câmara o seu parecer sobre o texto proposto pelo Governo Jair Bolsonaro. Entre as principais mudanças trazidas no relatório estão a flexibilização de regras para as mulheres,  a retirada de mudanças na aposentadoria rural e no Benefício de Prestação Continuada (BPC), além da exclusão da criação de um regime de capitalização.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]