Greve do magistério: Confira a situação das escolas frederiquenses

Com mais de 50 dias de paralisação, a greve dos professores segue em todo o Estado do Rio Grande do Sul. A categoria que reivindica o fim do parcelamento dos salários aplicado pelo governo Sartori já realizou diversas assembleias encontros e manifestações durante este período. Sem negociação com o Estado, muitas escolas seguem paralisadas, porém outras já retornaram suas atividades. De acordo com a diretora do 26º Núcleo do Cpers, Maria Cleni, cerca de 40% das escolas da região de Frederico Westphalen seguem sem aulas. Confira como está a situação dos educandários frederiquenses: 

Escola Nossa Senhora de Fátima – Atividades retornaram de forma parcial, poucas turmas encontram-se em aula e não há previsão para retorno integral; 
Escola Afonso Pena – As aulas estão parcialmente paralisadas, porém a maioria dos professores seguem em greve;
Escola Cardeal Roncalli – As aulas retornaram de forma parcial, aproximadamente 50% dos professores já estão em sala de aula;
Escola Técnica José Cañellas – A maioria dos profissionais seguem paralisados;
Escola Sepé Tiarajú – Apenas três turmas retornaram às aulas com seis professores;
Escola Vergínio Cerutti (CIEP) – Está com 50% das atividades em funcionamento;
Escola Edegar Marques de Mattos – Maioria dos professores já retornaram às atividades, somente três turmas seguem sem aulas que devem retornar na segunda-feira, 30.  

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]