Governo do Estado e Arbaza Alimentos assinam convênio para projeto “Transforme a Pedreira”

A fim de promover capacitações e aproximar as políticas públicas do Estado da comunidade frederiquense, a Central Única das Favelas de Frederico Westphalen assinou, na tarde da última sexta-feira, 2, o convênio com a Secretaria Estadual do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), onde através da Lei da Solidariedade, desenvolverá o projeto “Transforme a Pedreira”, proveniente da campanha que foi iniciada em agosto de 2015, a fim de promover mudanças na localidade, com a finalidade de otimizar a qualidade de vida da população. O Governo do Estado atuará de forma direta na proposta através da STDS.

O Diretor do Departamento de Responsabilidade Social, Cau Dias, falou sobre o convênio e a importância da parceria entre empresas e entidades:

Um dos administradores da Arbaza Alimentos, Leonir Balestreri Junior, falou sobre a responsabilidade social da empresa:

O projeto

15235765_714058012081195_8426041534878413115_oA proposta visa consolidar a política de assistência social para famílias da Pedreira, aproximando o Poder Público (Estado), a iniciativa privada (Empresa Patrocinadora) e o terceiro setor (entidade proponente do projeto) para a construção de uma nova comunidade, com mais dignidade, respeito, atenção e ações. O projeto oferecerá oficinas de teatro, capoeira, coral, futsal, curso de fotografia que ocuparão o turno inverso a escola de crianças e adolescentes, da comunidade da Pedreira, as oficinas trabalharão a coletividade, a saúde, prevenção as drogas, o trabalho em equipe, a melhora da auto-estima e auto-imagem, além da empregabilidade, com foco no encaminhamento pro mercado de trabalho.

Aos adultos, serão oferecidos cursos de horta comunitária, artesanato, informática manicure e pedicure. Os participantes terão acompanhamento de uma Assistente Social e responsável técnica do projeto, Helenice Derkoski Dalla Nora, a qual realizará um trabalho de garantia dos direitos sociais dos participantes. O “Transforme a Pedreira” entrará em atividade em 2017, serão 80 vagas para a oficina de teatro, 60 vagas para Capoeira, 60 vagas para Futsal, 60 para Coral, 15 em Horta Comunitária, 20 para Fotografia, 30 vagas para Informática, 20 para Artesanato e 20 para manicure e Pedicure.

 O projeto é uma realização da CUFA/FW através do Governo do Rio Grande do Sul, Secretaria Estadual do Trabalho e Desenvolvimento Social, Lei da Solidariedade. Conta com patrocínio exclusivo de Arbaza Alimentos.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]