Frederico Westphalen deixa de contar com quatro médicos cubanos

O governo de Cuba informou na quarta-feira passada, dia 14, que decidiu sair do programa social Mais Médicos, citando “referências diretas, depreciativas e ameaçadoras” feitas pelo presidente eleito Jair Bolsonaro à presença dos médicos cubanos no Brasil. O país caribenho envia profissionais para atuar no Sistema Único de Saúde desde 2013, quando o governo da então presidente Dilma Rousseff criou o programa para atender regiões carentes sem cobertura médica.

Em agosto, ainda em campanha, Bolsonaro declarou que ele “expulsaria” os médicos cubanos do Brasil com base no exame de revalidação de diploma de médicos formados no exterior, o Revalida. A promessa também estava em seu plano de governo.

Fora do Mais Médicos, os formados no exterior não podem atuar na medicina brasileira sem a aprovação no Revalida. Mas no caso do programa federal, todos os estrangeiros participantes têm autorização de atuar no Brasil mesmo sem ter se submetido ao exame.

Conforme a Confederação dos Municípios, os reflexos da saída dos médicos cubanos do país afetará 28 milhões de pessoas. Em levantamento do governo divulgado em 2016 foi apontado que o programa é responsável por 48% das equipes de Atenção Básica em municípios com até 10 mil habitantes.

No Rio Grande do Sul há um total de 288 profissionais que atuam através do programa Mais Médicos. Em Frederico Westphalen são cinco médicos e, destes, quatro são cubanos que atendem nas Unidades Básicas de Saúde do Bairro Jardim Primavera, Santo Antônio e Núcleo.

Em entrevista à Rádio comunitária, a secretária municipal de saúde, Marta Chielle, falou sobre os profissionais que atuam no município e destacou que a administração contratará novos médicos e que a população não ficará desassistida: 

.
Diversos municípios da região também contavam com médicos cubanos e serão afetados pelo desligamento dos profissionais. Seberi (1), Vicente Dutra (1), Iraí (1), Tenente Portela (1), Cristal do Sul (1), Dois Irmãos das Missões (1), Alpestre (1), Planalto (2), Ametista do Sul (1), Rodeio Bonito (1), Erval Seco (1), Três Passos (3), Jaboticaba (1), Boa Vista das Missões (1), Cerro Grande (1), Palmeira das Missões (4). Os números de médicos bem como os municípios atendidos podem ser conferidos no Portal do Programa Mais Médicos. 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]