Fato ou fake: É falso que vacina contra Covid-19 libera fibrina na corrente sanguínea

Circula no WhatsApp um vídeo em que uma mulher diz que as vacinas contra a Covid-19 causam problemas de saúde para o resto da vida. Ela afirma que o imunizante libera um tipo de proteína, a fibrina, provocando a coagulação do sangue. Só que a mulher não se identifica e nem apresenta provas das suas declarações.
A Lupa analisou a informação e constatou que ela é falso. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a Anvisa, informou que não há nenhuma evidência científica de que a vacina provoque a liberação de fibrinas no organismo.
Segundo a Anvisa, a coagulação do sangue é um processo biológico importante para a saúde, pois as fibrinas são componentes naturais do nosso organismo que contribuem para interromper um sangramento.
A agência destacou ainda que os termos citados pela mulher no vídeo foram usados fora de contexto para distorcer informações sobre as vacinas. A Lupa também consultou o chefe de Departamento de Microbiologia, Imunologia e Parasitologia da Universidade Federal de Santa Catarina, Aguinaldo Pinto, e a professora do Departamento de Farmacologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Ana Paula Hermmann. Os dois especialistas também desmentiram a afirmação feita pela mulher no vídeo.
Portanto, a informação de que as vacinas liberam fibrina na corrente sanguínea é falsa.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]