Família de FW precisa de doadores de sangue

Quarenta doadores. Esse é o número de pessoas que a família de Paulo Roberto Ferrari, que faleceu no início desta semana, precisa para repor o estoque de sangue utilizado no tratamento de um câncer no sistema linfático que o vitimou aos 51 anos.

O homem foi diagnosticado com linfoma em meados de outubro de 2015 e esteve internado no Hospital da Cidade, em Passo Fundo, entre o dia 22 de dezembro de 2015 e 9 de janeiro deste ano. De volta a Frederico Westphalen, Paulo deu entrada então no Hospital Divina Providência (HDP), onde faleceu na segunda-feira, 11 de janeiro.

Quarto de uma família com seis filhos, Paulo era conhecido por seu envolvimento no Aeroclube Leonel de Moura Brizola. “Paulo era uma pessoa querida por todos na comunidade. Se dava bem com todo mundo”, contou o irmão Mário Ferrari.

Ainda não há data marcada para ir ao Hemopasso, em Passo Fundo, fazer a coleta de sangue. Quem estiver próximo à cidade e quiser ajudar, pode ir até o local e fazer a doação em nome de Paulo Roberto Ferrari. O comprovante deve ser repassado à família, que organiza uma lotação a fim de repor o estoque o mais breve possível. “Tem mais gente que precisa desse sangue”, destacou Mário. O telefone para contato é (55) 3744-6275.

Foto: Divulgação

Jornal Folha do Noroeste

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]