Entidades da região celeiro discutem soluções para a crise do leite

A Fetraf-RS participou nesta sexta-feira (13) do Fórum da Cadeia Produtiva do Leite, em Tenente Portela. A atividade promovida pelo Sindicato dos Trabalhadores na Agricultura Familiar (Sintraf), Cooperativa de Crédito com Interação Solidária (Cresol), Associação Gaúcha de Empreendimentos Lácteos (AGEL), Arranjo Produtivo Local (APL) e Cooperfamília, com apoio da Fetraf, debateu alternativas para o enfrentamento da crise leiteira que afeta os agricultores familiares da região.

A obtenção, junto à Fepam, de licença para funcionamento da Laticínios de “Eronildo Antônio Wantz e Cia Ltda” de Três Passos e, de adequações para operacionalização da Laticínios do município de Tenente Portela foram medidas elegidas como prioritárias pelo grupo.

De acordo com a presidente do Sintraf de Tenente Portela, Ivete Ulrich as duas unidades ajudariam no escoamento da produção regional. “Cada laticínios possuí capacidade para industrializar 100 mil litros de leite ao dia, fato que possibilitaria deslocar uma boa parte do leite da região” destaca.  Nas próximas semanas as entidades encaminharão pedido aos órgãos responsáveis por liberar as unidades industriais.

Outros encaminhamentos foram a criação de um grupo de trabalho permanente, em nível regional, para debater saídas para o setor, bem como, a participação nas mobilizações da Fetraf no mês de março, as quais pautarão a crise láctea.

Ainda, os agricultores e entidades manifestaram a necessidade de disponibilização de recursos para aquisição de sementes forrageiras de inverno por parte do governo estadual. A compra de produtos da agricultura familiar através do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) foi outra solução proposta.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]